Jornais
FECHAR
  • Jornal NH
  • Diário de Canoas
  • Jornal de Gramado
  • Diário de Cachoeirinha
  • Correio de Gravataí
Grupo Sinos
Publicado em 25/05/2015 - 13h33
Última atualização em 25/05/2015 - 17h42

Vereadores aprovam cassação do prefeito de Montenegro

Paulo Azeredo (PDT) ainda pode recorrer junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE)

Montenegro - Foi aprovada a cassação do prefeito de Montenegro, Paulo Azeredo (PDT), no início da tarde desta segunda-feira (25). Depois de uma sessão histórica, em que teve até mesmo denúncia de coação dos vereadores da mesma sigla por parte do Diretório Estadual do PDT, sumiço do prefeito e apoio da Brigada Militar (BM) na segurança, os parlamentares decidiram pelo impeachment de Azeredo. Registrada a ata da sessão, o julgamento será encaminhado para o Cartório Eleitoral de Montenegro. O prefeito ainda pode recorrer junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE).
 
Votação
 
Dos setes itens votados no julgamento, cinco deles foram a favor da cassação do mandato. Em dois, houve votação contrária a cassação. Para que Azeredo fosse cassado, era necessária a aprovação de apenas um dos itens.
 
Vice assume
 
Após o encerramento da votação, o presidente do Legislativo, vereador Márcio Müller, declarou o cargo como vago e deu posse ao vice-prefeito, Luiz Américo Alves Aldana, que atualmente está sem partido. A Justiça Eleitoral será comunicada do fato e será expedido um decreto legislativo com a cassação do prefeito Paulo Azeredo.
 
 

Publicidade