Compartilhar...

VOLTAR
FECHAR

Av. João Corrêa, 1017 - Centro - São Leopoldo/RS - CEP: 93010-363
Fones: (51) 3591.2000 - Fax: (51) 3591.2032

PUBLICIDADE
Música nos trilhos

Grupo Os Remanescentes celebra Ary Barroso na Estação Sapucaia

Projeto cultural Arte nos Trilhos ainda passa pelas estações São Leopoldo, na sexta-feira (16), e Novo Hamburgo, na terça-feira (20)
Fabiano Scheck/Trensurb
Apresentação musical aconteceu na Estação Sapucaia do Sul
Flashes, aplausos e alguns passos de dança. Estes foram alguns dos elementos que marcaram a apresentação do grupo Os Remanescentes na tarde de terça-feira (13), na Estação Sapucaia da Trensurb, no município de Sapucaia do Sul. Diversos usuários que passaram pelo local aproveitaram para registrar o evento fazendo fotos e vídeos com seus smartphones. Durante a execução de clássicos do samba e de Ary Barroso – temas desta edição do projeto cultural Arte nos Trilhos -, algumas pessoas dançaram no espaço da estação e, ao final de cada música, ouviam-se salvas de palmas. Diego Mariano Rosa, um dos presentes, elogiou com entusiasmo os músicos. “Ainda não os conhecia, mas adorei, deram um verdadeiro show”, declara o usuário do metrô, que aproveitou inclusive para fazer selfies com os artistas.
O Arte nos Trilhos está acontecendo desde 2 de dezembro – Dia Nacional do Samba – e já passou pelas estações Mercado, Mathias Velho, Esteio e Sapucaia. Os próximos shows acontecem na sexta-feira (16), na Estação São Leopoldo, e na próxima terça-feira (20), na Estação Novo Hamburgo. Ambas as apresentações começam às 18h, com previsão de uma hora de duração.
Os Remanescentes
Os Remanescentes surgiram em 2004, quando velhos amigos com vários anos na vida musical reencontraram-se e resolveram juntar suas experiências, aprendizados e talentos. Desde então, tocam juntos, do samba ao bolero, passando por vários sucessos musicais dos anos 60. O grupo é formado por Brito (violão e vocal), Roberto (afoxê e vocal), Betinho (pandeiro e vocal), Camurça (cavaco e vocal) e Jorge (surdo e vocal).
Ary Barroso
“Foi o compositor mais representativo da era do rádio e o maior nome do samba-exaltação”, afirma o músico Betinho, d’Os Remanescentes, sobre Ary Barroso, grande homenageado do Arte nos Trilhos 2016. O tema da edição deste ano faz referência a outro de seus sucessos que exaltavam os valores autenticamente nacionais. Em Isto aqui o que é?, Ary fala do “remelexo” da “Morena boa/Que me faz penar/Põe a sandália de prata/E vem pro samba, sambar”. E fala também “Desse Brasil que canta e é feliz/Feliz, feliz/É, também, um pouco de uma raça/Que não tem medo de fumaça, ai, ai/E não se entrega, não”.
Sua obra conquistou o Brasil e o mundo, com gravações de grandes artistas, como Francisco Alves – intérprete original de Aquarela do Brasil –, Carmen Miranda e Frank Sinatra, e presença em produções do cinema nacional e hollywoodiano. Ary Barroso destacou-se também como locutor esportivo e apresentador de rádio e TV. Na música, além de inaugurar o samba-exaltação, compôs também canções passionais de sucesso como Morena boca de ouro e Pra machucar meu coração.
Nascido no dia 7 de novembro, em Ubá, Minas Gerais, Ary perdeu os pais aos oito anos e foi criado pela avó materna. Aos 12, começou a trabalhar no cinema da cidade natal como pianista auxiliar. Após receber uma herança, aos 17 anos, mudou-se para o Rio de Janeiro para estudar Direito. Formou-se somente em 1929, porém nunca exerceu a profissão. Costumava tocar piano em cinemas e cabarés para se sustentar. Nos anos 30, consolidou sua carreira como compositor. Morreu em 9 de fevereiro de 1964, durante o carnaval, horas antes da escola Império Serrano desfilar com um samba-enredo em sua homenagem.
O projeto
Com patrocínio da Caixa Econômica Federal, o Arte nos Trilhos leva cultura e entretenimento aos usuários da Trensurb anualmente desde 2008 – com edições, também, entre 2000 e 2004. Sempre nos últimos meses do ano, diversos artistas apresentam-se nas estações, dando um tom diferenciado à rotina do metrô gaúcho. A produção é de Bonella Produções.
Já participaram do projeto, nomes importantes da cultura gaúcha, como o cantor e compositor Bebeto Alves, o Grupo de Teatro Oigalê, a Orquestra de Flautas, Instituto Brasilidades, Gaspo Harmônica, Família Sarará, Karine Cunha, Karen Volkmann & Federico Trindade, Urbanus In Natura, Marcus Bentto, Canta Brasil, Zamba Ben, Brilho da Lata, grupo Teatro Ideia Ação, Companhia Atmosfera, entre muitos outros.
Serviço
Arte nos Trilhos 2016 - Ary! Isto aqui o que é?
Apresentações do grupo Os Remanescentes, sempre às 18h nos dias:
16/12 - Estação São Leopoldo
20/12 - Estação Novo Hamburgo

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS