Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. João Corrêa, 1017 - Centro - São Leopoldo/RS - CEP: 93010-363
Fones: (51) 3591.2000 - Fax: (51) 3591.2032

PUBLICIDADE
Tecnologia

Aplicativo de rastreio é desenvolvido por estudante

Produção científica foi avaliada como a melhor entre os trabalhos de conclusão de curso na Faccat
Divulgação
Tecnologia: sensores de microlocalização
Você já pensou como seria fácil se houvesse uma maneira de se encontrar objetos, como chaves, carteiras e até mesmo animais de estimação, utilizando a tecnologia? Pois é, o estudante de Sistemas da Informação, das Faculdades Integradas de Taquara (Faccat) Otávio Montemezzo criou um aplicativo de rastreio durante o seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).
Para Montemezzo, com a imensa disseminação do uso de dispositivos móveis, ocorre uma grande popularização do uso de novas tecnologias, que muitas vezes são aliadas nos negócios. “Essa propagação, por consequência, leva a demanda da criação de uma infinidade de funcionalidades, que possam facilitar a vida e o trabalho das pessoas. O uso de sensores de microlocalização pode ser muito útil nessas funcionalidades”, comenta o estudante, que se dedicou por muitos meses no trabalho.
Tecnologia útil
Para o melhor funcionamento da ferramenta, Montemezzo idealizou a integração entre os diversos usuários do mesmo, através de um serviço Web, a fim de formar uma rede colaborativa. E pensando em como estimular o uso do aplicativo, e por consequência compartilhamento de ajuda entre usuários, o estudante idealizou um ranking ou pontuação que gere benefícios, como, por exemplo, descontos na aquisição de beacons (sinalizadores).
Após meses de muito empenho, Montemezzo foi recompensado por tanta dedicação. Além de ter tirado a maior nota, recebendo distinção em seu trabalho, o jovem ainda teve sua produção científica avaliada como a melhor entre os TCCs de seu curso nas Faculdades Integradas de Taquara (Faccat). “Quando soube que o meu trabalho foi avaliado como o melhor entre tantos foi sensacional, a sensação foi de dever cumprido e de reconhecimento da faculdade”, conta.
O trabalho
A ideia para a criação da ferramenta surgiu a partir da percepção de Otávio de que a Internet vem ampliando possibilidades, e que a probabilidade de pessoas interagirem com objetos do mundo real, por meio da web, está cada vez mais próxima da realidade. Com esse conceito em mente, Montemezzo passou a pesquisar meios para alcançar este objetivo, até que pensou em desenvolver um aplicativo Android que permita o rastreio de objetos perdidos, por meio de beacons (sinalizadores). “O uso de beacons possibilitaria a formação de uma grande área de abrangência, e se usado de forma colaborativa entre os usuários, permitiria o rastreamento de objetos em vários lugares do mundo”, afirma o estudante.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS