Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. João Corrêa, 1017 - Centro - São Leopoldo/RS - CEP: 93010-363
Fones: (51) 3591.2000 - Fax: (51) 3591.2032

PUBLICIDADE
Henrique Schneider

Cena pequena

''Suspirou com raiva e alisou a faca que o homem havia largado sobre a toalha.''

Henrique Schneider é escritor

adv.henrique@uol.com.br

A mulher entrou no restaurante e apenas sentou-se, em ruidoso silêncio, junto ao casal que ocupava uma mesa bem ao fundo. A moça que já estava sentada tomou um susto mudo com a intromissão; o homem arregalou os olhos, medo súbito, e não disse nada.

A recém-chegada cumprimentou a ambos, irônica polidez na voz.

“Boa noite ao casal.”

E, antes que qualquer dos dois tivesse tempo de responder, ela perguntou à jovem:

“Sabe que este senhor aqui é casado? E que, segundo as informações que ele mesmo prestou, deveria estar numa reunião de negócios fora da cidade?”

Suspirou com raiva e alisou a faca que o homem havia largado sobre a toalha. Depois adendou, contida:

“Eu sei disso porque ele é casado comigo. Temos dois filhos – que estão em casa, agora, pensando que o pai está viajando e que a mãe foi numa exposição de arte.”

O homem não dizia nada, apenas olhava o próprio prato como se este fosse uma espécie de fundo do mar. A moça olhou para ele, e sua surpresa parecia legítima:

‘‘É verdade isso, Marcelo?”

“Ahã.” – e era apenas um murmúrio derrotado.

“É verdade isso, Marcelo? Responde, por favor!” – perguntou novamente a moça.

‘‘É, sim. Respondo eu, porque ele não tem coragem de falar.” – informou a mulher, enquanto se levantava, tremor invisível nas mãos.

“Bom apetite para vocês.” – ela sorriu à outra, quando já se afastava.

***

Quando Marcelo chegou em casa, pouco tempo depois, as chaves do apartamento haviam sido trocadas.

E a mala com suas roupas estava no corredor.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS