Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. João Corrêa, 1017 - Centro - São Leopoldo/RS - CEP: 93010-363
Fones: (51) 3591.2000 - Fax: (51) 3591.2032

PUBLICIDADE
São Leopoldo

Condenados por violência doméstica são impedidos de trabalhar na Prefeitura

Prefeita em exercício Paulete Souto assinou Normativa que atinge contratação de CC's e FG's

 

Alecs Dall'''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''/GES-Especial
Paulete Souto anunciou a medida no Jornal VS
Nenhum cargo em comissão (CC) ou servidor público com função gratificada (FG) na Prefeitura de São Leopoldo possui condenação pela Lei Federal 11.340/06, a Lei Maria da Penha. Segundo a prefeita em exercício, Paulete Souto (PCdoB), a administração já havia tomado esse cuidado na hora de fazer as nomeações da atual gestão. “Durante a campanha eleitoral, a Frente Popular (PT, PCdoB, PTdoB e Rede) já havia conversado com mulheres de vários setores da sociedade e ficou acordado esse cuidado no governo. Por isso, atualmente, ninguém se enquadra nesta nova normativa”, explica.

O documento encerrou a reunião do grupo de trabalho Mulheres do Governo na terça-feira. Paulete acrescenta que a violência doméstica contra a mulher não pode ser colocada em um grau de gravidade inferior a outros tipos de crimes, pois é uma forma de violação dos Direitos Humanos. “Nosso objetivo é promover um avanço no combate à violência contra a mulher no poder público municipal. Temos a responsabilidade de prevenir e punir este tipo de violência.” Paulete foi recebida quarta-feira (19) pelo diretor do Jornal VS, Fernando Cesar Anschau.

Interina até o dia 24

Paulete segue à frente do Poder Executivo até o retorno do prefeito Ary Vanazzi (PT), que participa I Foro Mundial sobre las Violencias Urbanas y Educación para la Convivencia y la Paz, que ocorre na Espanha. Por isso, ela tem uma agenda intensa. Ontem, por exemplo, esteve reunida com representantes do Fórum Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional dos Povos Tradicionais de Matriz Africana (Fonsanpotma) pela manhã e à tarde visitou a aldeia caigangue Por Fi Ga, no bairro Feitoria, onde discutiu as demandas da comunidade indígena e que tipo de intervenções o Município pode realizar com o aval da Fundação Nacional do Índio (Funai). Além disso, prepara a Conferência da Saúde da Mulher, agendada para o dia 11 de maio, ainda em local a ser definido. “Temos contribuído com o diálogo sobre a situação da mulher em São Leopoldo e visitado entidade”, acrescenta, finalizando: “estou gostando de ser prefeita.”


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS