Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. João Corrêa, 1017 - Centro - São Leopoldo/RS - CEP: 93010-363
Fones: (51) 3591.2000 - Fax: (51) 3591.2032

PUBLICIDADE
São Leopoldo

Interditado há um ano, Teatro Municipal passará por reforma estrutural

O valor orçado no projeto é de R$ 268 mil, mas ainda não há data para o início dos serviços

Diego da Rosa/GES
O valor orçado no projeto é de R$ 268 mil, mas ainda não há data para o início dos serviços
Telhado com infiltração, carpete úmido, teias de aranha nas paredes, tinta descascando, poltronas com estofamento rasgado e pontos de mofo. No espaço que foi palco da cena cultural de São Leopoldo por oito anos, o abandono virou espetáculo: com problemas estruturais, o Teatro Municipal de São Leopoldo está interditado desde junho de 2016.

Causada por falta de manutenção, de acordo com a equipe da atual Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de São Leopoldo (Secult), a infiltração no telhado, verificada em junho do ano passado, foi o estopim para os problemas. “Tudo que nós vamos precisar trocar ou resolver é consequência da infiltração no telhado”, afirma o titular da Secult, Ismael Mendonça.

Depois de trabalhar por cinco meses em busca de uma solução para o teatro, a Prefeitura concluiu o projeto para realizar uma reforma estrutural no edifício, que prevê a troca de telhas, substituição do forro, conserto da rede elétrica e do carpete, além de pintura dos espaços. O valor orçado no projeto é de R$ 268 mil. “Será uma reforma completa, que deve resolver o problema por pelo menos 50 anos”, projeta Mendonça.

Só que ainda não há data para o início dos serviços, pois a Prefeitura precisa concluir, antes, o distrato do contrato com a empresa que venceu a licitação para reformar o telhado do Teatro Municipal em 2016, obra que sequer foi iniciada. “Fizeram a licitação para trocar a cobertura, mas o projeto não previa um monte de coisa”, afirma Mendonça. “A empresa veio aqui, e avaliou que o valor disponibilizado para a reforma não era compatível com a obra, então eles desistiram”, conta.

Reforma nunca começou

No ano passado, a Prefeitura destinou R$ 43.481,21 para a obra de reforço da cobertura do Teatro Municipal, de acordo com informações obtidas junto ao Portal da Transparência da Prefeitura. Foi realizada uma licitação, vencida pela empresa Melo & Moog, e a ordem de serviço para o início da obra foi emitida em 14 de dezembro de 2016, com prazo de execução previsto para 30 dias. Só que os trabalhos nunca começaram, e o dinheiro ficou parado.

Proprietário da Melo & Moog, Eloir André Moog explica que a execução da obra nos critérios propostos na licitação de 2016 não resolveria os problemas estruturais do telhado. “Nós não achávamos que estava tão ruim. O telhado precisa ser arrancado inteiro, e isso não estava previsto no projeto”, afirma. “Para gente, como empresa, seria muito fácil fazer o que foi pedido, mas não ia resolver o problema. Seria um desperdício de recursos da Prefeitura”, aponta.

Diante do problema, a equipe atual da secretaria decidiu pelo distrato amigável do contrato, sem prejuízo para as partes. Depois disso, a Prefeitura poderá lançar a licitação para o projeto de reforma estrutural do telhado.

Últimos detalhes

Nos próximos dias, a secretaria vai divulgar informações detalhadas a respeito da execução da obra. Ainda não há uma definição a respeito da origem dos recursos que serão destinados à reforma estrutural do Teatro, orçada em R$ 268 mil. Enquanto a obra não começa, o espaço comemora o aniversário de um ano sem funcionamento – na melancólica companhia de 280 poltronas vazias, ao som das goteiras.

Já foi notícia 

Em junho de 2016, o Teatro Municipal foi interditado pela Secretaria de Cultura e Turismo, por questões de segurança, já que o teto estava comprometido. De acordo com Paulo Marcelo Schauer, secretário da pasta na época, a obra de reforço na estrutura do telhado, orçada com recursos provenientes da São Leopoldo Fest, seria um paliativo para recolocar o teatro em funcionamento. Foi realizada a licitação, e duas empresas demonstraram interesse. Apesar da ordem de serviço para início da obra, os serviços nunca iniciaram.

Saiba Mais 

Destinado à promoção e divulgação de atividades no âmbito da cultura e das artes, o Teatro Municipal de São Leopoldo foi inaugurado em 2008, quando foi concluída a reforma do antigo Auditório General Mário da Fonseca. A estrutura conta com 280 poltronas na plateia, rider técnico de sonorização e iluminação, varas de iluminação, palco com boca de cena de 9m x 2,9m, cabine de som e luz e três camarins.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS