Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. João Corrêa, 1017 - Centro - São Leopoldo/RS - CEP: 93010-363
Fones: (51) 3591.2000 - Fax: (51) 3591.2032

PUBLICIDADE
Região

Sapucaia inaugura Serviço de Atendimento Móvel Animal

Ambulância foi reformada e doada à Secretaria do Meio Ambiente

Diego da Rosa/GES
Ambulância foi reformada e doada à Secretaria do Meio Ambiente
Uma ambulância já sem condições para ser usada no socorro de pessoas é reformada a um custo modesto para prestar atendimento adequado e de maior qualidade a animais de rua e de famílias carentes em situações de emergência. Este é o resumo de um projeto pioneiro na região inaugurado pela prefeitura de Sapucaia do Sul na semana passada: o Serviço de Atendimento Móvel Animal (Sama). Por meio do Sama, veterinários da Secretaria de Meio Ambiente se deslocam até o endereço onde está o animal e realizam a consulta de forma mais segura e confortável. “Vi um atendimento a um animal na calçada. É algo que nos deixa mal também. Dessa forma o médico veterinário pode atender de maneira mais privativa e em melhores condições”, conta o prefeito Luís Rogério Link.

De acordo com Link, a prefeitura já investiu cerca de R$5 mil na reforma da ambulância. Conforme ele, ainda faltam apenas alguns retoques como a colocação de uma mesa e de uma pia. Apesar disso, a unidade já fez seus primeiros atendimentos, na quinta e sexta-feira passadas. A Sama é usada exclusivamente para atender casos que envolvam animais de rua ou de famílias de baixa renda, cadastradas no CadÚnico. Solicitações de atendimentos devem ser feitas diretamente na Secretaria de Meio Ambiente, na Avenida Castro Alves, 246, ou pelos telefones 3452.6610 e 3452.7358, de segunda a sexta-feira, das 8 às 18h15. Se o animal tiver dono, o proprietário deve apresentar o cartão CadÚnico, ou informar o número deste nas solicitações feitas por telefone. Nos seis primeiros meses de 2017, segundo o secretário de Meio Ambiente Alex Sandro Vargas, foram feitos mais de 400 atendimentos a animais de rua ou de famílias carentes na cidade. Em todo o ano passado foram 914, confirme dados da secretaria. Por dia, segundo Vargas, cerca de 20 cães e gatos, atropelados ou doentes são atendidos pela secretaria na cidade. “Com a ambulância será possível dar um acolhimento melhor ao animal e também ao profissional, deixando o atendimento mais tranquilo”, opina.

A novidade agradou os sapucaienses. Pelas redes sociais ou nas ruas não faltou quem elogiasse a iniciativa. “Achei ótimo. Os bichinhos merecem. A prefeitura está de parabéns por pensar nos animais também”, diz a publicitária Patrícia Klein, 28 anos. “Muito bom quando nossos governantes se preocupam também com os animais, em qualificar os atendimentos, dando dignidade àqueles de rua ou de famílias menos favorecidas”, comenta o motorista Adilson Silva, 53 anos.

Castrações 

Outra novidade, segundo o prefeito Luís Rogério Link, é um pregão eletrônico para a compra de vacinas e de medicamentos para a realização de castrações. O resultado deve sair hoje. A ideia, segundo Link é zerar a fila de espera para os procedimentos, que conta com cerca de dois mil animais. “Atualmente somente casos de emergência têm sido realizados”, explica. Neste ano 32 procedimentos já foram feitos em animais de rua ou de família de baixa renda. Em todo o ano passado foram duas mil castrações.

Queridinhos no Centro 

Reprodução/Facebook
"Alemão" recebeu carinho e mimos de funcionárias de uma loja de brinquedos no Centro
Mas não é somente na prefeitura que os animais têm recebido atenção especial em Sapucaia. No centro da cidade eles também ganham carinho e cuidados dos lojistas. Em uma loja de perfumes do Calçadão funcionários cuidam há quase um ano de quatro mascotes, que, sendo bem recebidos, adotaram o local como casa. Em frente a vitrine foram colocadas caixas de papelão onde os animais, batizados de Folgado, Dentinho, Belinha e Velhinho passam boa parte do tempo dormindo. Potes com ração e água também são disponibilizados. Próximo dali, na Rua Professor Francisco Brochado da Rocha, um outro cão também ficou conhecido depois de ser adotado por funcionárias de uma loja de brinquedos. Com muita simpatia, Alemão, conquistou espaço sendo mimado com carinho, comida, cobertor e roupas.

Na semana passada, depois de três meses de convivência diária com as vendedoras, Alemão partiu para um período de adaptação na casa de um adotante. “Ele chegou aqui em março e aos poucos foi nos dando confiança. Foi triste ver ele indo embora, apesar de sabermos que vai ser melhor para ele”, conta a atendente Natália Matt, 23 anos. Segundo ela, para efetivar a adoção, Alemão precisa ser castrado. “Por isso, fizemos uma vaquinha para arrecadar o valor da cirurgia, que será feita no dia 27”, conta Natália. Para quem quiser ajudar com o procedimento o valor está sendo arrecadado no local, no número 378 da via e também na loja de surf ao lado.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS