Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. João Corrêa, 1017 - Centro - São Leopoldo/RS - CEP: 93010-363
Fones: (51) 3591.2000 - Fax: (51) 3591.2032

PUBLICIDADE
Segurança

Trensurb apreende 2,4 mil mercadorias em ações de combate ao comércio irregular no metrô

O comércio não autorizado de produtos nos trens e estações, bem como a mendicância, são proibidos pelo regulamento do usuário do metrô

Artur Colombo/Trensurb
Os itens foram entregues à Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Canoas; entre o material confiscado estavam doces, fones de ouvido e carteiras
Na última quarta-feira (14), uma equipe da segurança metroviária da Trensurb realizou a entrega, à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SMDE) de Canoas, de mercadorias apreendidas em ações de combate ao comércio indevido no metrô nos últimos 45 dias. Foram apreendidas 2.424 mercadorias, entre elas 206 cabos micro USB, 114 porta-cartões, 102 fones de ouvido, 564 torrones, 189 alfajores, 163 carteiras, 61 relógios, 523 pacotes de balas de goma, 48 cartões, 93 embalagens de gomas de mascar, 41 chocolates, 26 embalagens de balas tipo drops, 12 barras de cereais, 15 pacotes de pastilhas, 184 marca-páginas e 83 embalagens de pipoca.

O material apreendido passa agora por uma triagem. O que for perecível é descartado devido a possíveis riscos à saúde de eventuais consumidores. O restante dos produtos podem ser retirados pelo ambulante na SMDE desde que comprovada sua origem por meio da apresentação de documentos, como notas fiscais. Por se tratar de comércio ilegal, ele também deve pagar multa para retirar as mercadorias. Se não houver a procura desses produtos não perecíveis por parte dos vendedores, eles são doados a entidades assistenciais do município.

Cooperação dos usuários

O comércio não autorizado de produtos nos trens e estações, bem como a mendicância, são proibidos pelo regulamento do usuário do metrô, além de serem motivo de reclamações diárias recebidas pela Central de Atendimento ao Usuário da Trensurb. A fim de desestimular essa prática, a empresa faz um apelo para que os usuários do sistema nunca comprem nada de vendedores irregulares nem deem esmola nos trens e estações. Os passageiros podem denunciar o comércio irregular, a mendicância e o uso indevido do metrô – além de entrar em contato em casos de emergência – enviando SMS para (51) 98463-9863 ou ligando para (51) 3363-8026. Ambos os números estão disponíveis 24 horas por dia.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS