Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. João Corrêa, 1017 - Centro - São Leopoldo/RS - CEP: 93010-363
Fones: (51) 3591.2000 - Fax: (51) 3591.2032

PUBLICIDADE
Cinema

Curtas rodados na região são destaques no Festival de Gramado

Temporal, rodado em Novo Hamburgo, levou três prêmios na Mostra Gaúcha e Mãe dos Monstros, gravado em Campo Bom, concorre na Mostra Nacional

A Mostra Gaúcha de Curtas - Prêmio Assembleia Legislativa do Festival de Cinema de Gramado, premiou neste final de semana as melhores produções do Estado no gênero. Enquanto o documentário Secundas foi o escolhido do júri da Mostra e Sob águas claras e inocentes levou o prêmio ACCIRS do júri da crítica, duas produções gravadas na região foram destaque entre as 18 selecionadas: Temporal, do hamburguense Gabriel Honzik, e Mãe de Monstros, de Julia Zanin de Paula. Temporal, que narra a história de um garota que relembra sua infância na piscina de um clube, foi todo gravado na Sociedade Aliança, utilizando imagens de arquivo de eventos no local. O curta levou três prêmios: Melhor Roteiro, Fotografia e Edição de Som da Mostra. Já Mãe dos Monstros concorre também na Mostra Nacional de Curtas e teve parte de suas cenas rodadas em Campo Bom.

Vencedores

Nas demais categorias, o documentário Yomared levou três prêmios: Melhor Música, Melhor Montagem e Melhor Atriz para Mariana Yomared, prêmio que gerou controvérsia por não ser uma atriz e sim a própria retratada. Sob Águas Claras e Inocentes foi o grande vencedor, levando três prêmios: Melhor Diretor, Melhor Produtor, Melhor Filme do Júri da Crítica e Menção honrosa ao elenco do filme.

Em sua justificativa, o júri da Associação de Críticos de Cinema do Rio Grande do Sul (ACCIRS), destacou a qualidade cinematográfica, como fotografia, montagem e produção, além da forte narrativa do curta, além de se diferenciar na diversificação de seu elenco.

Sob águas claras e inocentes

Sob águas claras e inocentes

Mesmo perdendo o prêmio de Melhor Filme para o documentário Secundas, a produção de Emiliano Cunha se sagrou a maior vencedora da noite, com três prêmios e uma menção honrosa. A história acomapnha as últimas horas de um sujeito numa cidade que não mais o aceita. Sozinho e irrelevante, se despede daqueles que ama, enquanto reconstrói sua identidade e encontra a redenção e o renascimento ao mergulhar, livre, em águas claras e inocentes.

TemporalTemporal

Com três prêmios, incluindo Melhor Roteiro e Atriz, Temporal, acompanha a história de uma garota relembrando o passado enquanto passa por um reencontro no presente. A história se passa na Sociedade Aliança, em Hamburgo Velho, tendo como marco a piscina junto do Monumento ao Imigrante. O curta ainda se utiliza de imagens de arquivo do local.

Mãe dos MonstrosMãe dos Monstros

Inspirado no conto homônimo, o curta apresenta um Circo de Horrores que acaba de perder uma de suas principais atrações. Para tentar manter seu público entretido, raptam uma garota que servirá de cobaia para sua próxima experiência. Gravado em Campo Bom, o curta participa também da Mostra Nacional.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS