Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. João Corrêa, 1017 - Centro - São Leopoldo/RS - CEP: 93010-363
Fones: (51) 3591.2000 - Fax: (51) 3591.2032

PUBLICIDADE
Ensino

Projeto de horta em escola de São Leopoldo é apresentado em feira internacional

Estudantes e professoras participaram de mostra de trabalhos até sábado (12) em Fortaleza

Divulgação /Divulgação
Estudantes e professoras participaram de mostra de trabalhos até sábado (12) em Fortaleza
Assim como os estudantes da escola municipal Castro Alves com sua pesquisa sobre o feminismo, também três alunas e duas professora da Escola Municipal Paul Harris participam nesta semana da Expo-Sciences International 2017, em Fortaleza, no Ceará. A feira, que acontece até sábado (12) reúne 1,5 mil participantes de 80 países, com 500 projetos. Da Paul Harris participam as alunas Isadora Acosta de Aquino, Júlia Rafaela Rodrigues e Morgana Donatti, além das professoras orientadoras Carla Elizabeth da Silva e Renata Schramm Lanfermann.

O projeto intitulado de “promovendo hábitos saudáveis com uma horta escolar” ficou em quinto lugar na Mostratec Júnior no ano passado, o que o habilitou a participação na feira no Nordeste. Segundo as professoras orientadoras, a pesquisa trata sobre hábitos alimentares de crianças e adolescentes no ambiente escolar e tem como objetivos informar a importância de uma alimentação saudável; orientar e mostrar que manter uma horta em casa é simples e fácil além de verificar a possibilidade de construção de uma horta escolar e sua utilização na reeducação alimentar dos alunos da instituição.

“Os dados foram obtidos através de observação da realidade, pesquisas bibliográficas em livros, artigos científicos e sites da internet. Concluiu-se inicialmente que as crianças e adolescentes não possuem uma alimentação saudável por vários fatores, tais como modelos parentais. Possuir uma horta em casa é melhor para a saúde, estimula o aprendizado das crianças sobre os alimentos saudáveis, além de ter menor custo. Além disso, verificamos que jovens que não possuem uma alimentação saudável tendem a desenvolver doenças crônicas não transmissíveis”, comentam as professoras.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS