Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. João Corrêa, 1017 - Centro - São Leopoldo/RS - CEP: 93010-363
Fones: (51) 3591.2000 - Fax: (51) 3591.2032

PUBLICIDADE

Governo do RS espera que Stihl confirme investimentos no Vale do Sinos

Empresa alemã mostrou interesse em investir R$ 38 milhões na construção de um centro de pesquisa e desenvolvimento em São Leopoldo


Governador Sartori espera que empresas alemãs confirmem investimento no Estado

Em solo alemão, os compromissos da comitiva gaúcha liderada pelo governador José Ivo Sartori começam nesta quarta-feira (6). Depois de cruzarem o atlântico, o grupo se reúne com empresários de duas empresas germânicas que já possuem uma forte ligação com o Vale do Sinos: a Stihl e a SAP.

Com a convicção de que as turbulências econômicas enfrentadas pelo Rio Grande do Sul e o Brasil não podem paralisar o desenvolvimento econômico, o chefe do executivo gaúcho buscar estreitar relações no país europeu. “A expectativa para a missão internacional é sempre positiva, nós temos que trabalhar sempre na atração de investimentos. É uma viagem rápida, no sentido de viabilizar o encontro tanto na Stihl, quanto na SAP e também na Fraport. Estamos em boas tratativas para ampliação de investimentos de empresas alemãs que já atuam em solo gaúcho”, afirma o chefe do administrativo gaúcho, ao lembrar que o terminal de Frankfut, que é administrado pela Fraport é referência para o potencial que Porto Alegre tem pela frente. “Essa mudança abre portas para outros fornecedores aportarem no Estado, o que exige um esforço conjunto de desburocratização e estímulo a todo o cluster logístico que o novo Salgado Filho pode trazer.”

Primeiro agenda na Alemanha, a Stihl manifestou recentemente o interesse em ampliar a sede da empresa em São Leopoldo. Eles pretendem investir R$ 38 milhões na construção de um centro para pesquisa e desenvolvimento. Se oficialmente, o Palácio Piratini afirma que até agora ninguém da empresa comunicou o governo do Estado, essa visita pode trazer bons retornos a região. Na sequência, eles seguem para a cidade de Walldorf, onde a comitiva formada por nove pessoas têm agendas e visitas a uma das sedes da SAP no país europeu.

Stihl

A empresa produz ferramentas motorizadas portáteis para os mercados florestal, agropecuário, jardinagem profissional, limpeza e conservação, construção civil e doméstico. Para atender ao mercado global, tem fábricas na Alemanha, Brasil, EUA, Áustria, Suíça e China.

A fábrica de São Leopoldo é a única da América Latina e emprega cerca de 2,3 mil pessoas. A Stihl lidera o mercado brasileiro de ferramentas motorizadas portáteis e tem mais de 3 mil pontos de venda distribuídos pelo país. O governo do Estado tem mantido diálogo com a empresa para viabilizar a ampliação de investimentos no Rio Grande do Sul, onde a empresa também mantém forte vínculo comunitário, com ações sociais.

SAP

É líder mundial em sistemas digitais para negócios, softwares analíticos e sistemas derivados. A empresa vem crescendo no Rio Grande do Sul, com destaque na área de inovação.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS