Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. João Corrêa, 1017 - Centro - São Leopoldo/RS - CEP: 93010-363
Fones: (51) 3591.2000 - Fax: (51) 3591.2032

PUBLICIDADE
Negócios

Encontro Econômico Brasil-Alemanha estima 10 milhões de dólares em negócios

Evento na Fiergs terá 400 rodadas de negócios entre empresas alemãs e brasileiras
14/11/2017 09:28 14/11/2017 09:29

Com 2.600 inscritos e clima de entrelaçamento, o 35o Encontro Econômico Brasil-Alemanha (EEBA) teve abertura oficial ontem (13) e segue até hoje (14) nos pavilhões do Centro de Eventos da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (Fiergs), em Porto Alegre. Com mais de 80 expositores dos dois países, 97 empresas alemãs e 532 brasileiras inscritas, o EEBA tem uma estimativa de mais de 400 reuniões de negócios e 10 milhões de dólares em resultado das possíveis parcerias empresariais em setores como alimentos, couro e calçados, energias renováveis, química e petroquímica, saúde e tecnologia da informação e comunicação. “Somos parceiros de quem quer investir aqui e este encontro materializa oportunidades concretas de negócios”, exaltou o governador José Ivo Sartori, último a falar na longa cerimônia de abertura do encontro, que durou três horas e teve direito a shows e apresentações artísticas.

Parcerias

Lembrando das recentes parcerias com o germânico Medical Valley, Sartori enumerou que 190 empresas gaúchas integram hoje o cluster de tecnologias para a saúde, com base no Vale do Sinos. Ressaltou ainda os R$ 300 milhões que serão investidos pela alemã Stihl na sua unidade de São Leopoldo.

Visita ao Tecnosinos

Diretor-executivo do Tecnosinos, em São Leopoldo, Luís Felipe Maldaner confirmou que às 14h30 desta terça uma comitiva de empresários alemães conhecerá as instalações do centro tecnológico. Visita técnica que se explica por o Município ser o berço da colonização alemã no Brasil e o Tecnosinos, uma referência nacional. “Será uma visita de duas horas. Numa primeira hora mostraremos empresas do parque e na segunda hora teremos uma visita a SAP, que é uma empresa alemã. Da nossa parte a oportunidade é muito grande, porque recebendo esse visita técnica mostraremos in loco o ambiente e isso faz a diferença”, destaca Maldaner, ilustrando que o Tecnosinos, em parceria com outros cinco parques tecnológicos gaúchos e duas incubadoras, está com um estande no EEBA. “Pra mostrar o ecossistema gaúcho de inovação, pra mostrar que aqui tem futuro.”

Brasil nos trilhos

O comércio bilateral entre Brasil e Alemanha gerou de janeiro a outubro deste ano um total de US$ 11,7 bilhões. Buscando atrair os investidores alemães e estrangeiros, o governo brasileiro lançará ainda este ano o programa Rota 2030, que está sendo chamado de nova política automobilística. “Com boas oportunidades de negócios aos alemães, que são experts no setor de transportes. Quanto a indústria 4.0 a ideia é lançarmos o que entendemos de política para este setor no Fórum Econômico Brasil-Alemanha, em março do ano que vem”, destacou o ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira, citando o superávit da balança comercial previsto para este ano, de US$ 70 bilhões, ante os US$ 47 bilhões de 2016.


Jornal VS
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS