Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. João Corrêa, 1017 - Centro - São Leopoldo/RS - CEP: 93010-363
Fones: (51) 3591.2000 - Fax: (51) 3591.2032

PUBLICIDADE
Sapucaia do Sul

Alimentação saudável também se aprende na escola

Em Sapucaia do Sul projeto estimula produção de hortas em escolas da rede municipal
14/11/2017 09:42 14/11/2017 09:42

Diego da Rosa/GES
Em Sapucaia do Sul projeto estimula produção de hortas em escolas da rede municipal
Onde antes era apenas concreto, agora é colorido de verde e tem cheirinho de terra molhada. Num canto de nove metros quadrados no pátio da escola Municipal Tiradentes, no bairro Vargas, em Sapucaia do Sul, agora florescem verduras, legumes e chás que vão dali para a mesa de alunos e professores. A iniciativa, implementada em maio no local, faz parte do projeto Hortas Escolares, que conta com apoio da Prefeitura e da Emater, e tem o objetivo de incentivar o consumo de hortaliças, frutas e legumes entre os estudantes, além de estimular a organização e a responsabilidade no cuidado e organização destes espaços. Das 28 escolas da rede municipal de ensino sapucaiense, 20 já contam com suas próprias hortas.

Na Tiradentes, de acordo com a professora Maria Elisa Cayser, o plantio e colheita são organizados por uma turma de alunos integrantes do projeto Tribos nas Trilhas da Cidadania, da Parceiros Voluntários. São eles os responsáveis pelos cuidados diários da cultura de alfaces, morangos, cenouras, beterrabas e mais de 30 espécies de chás, entre outros. “Começamos de forma simples, com a plantação de mudas de alfaces em três garrafas Pet. Com o tempo a horta foi aumentando, toda ela com a utilização de materiais recicláveis e envolvendo toda a escola, seja colocando a mão na terra ou doando mudas”, diz. Os alimentos produzidos no local são distribuídos entre os estudantes e, alguns, vendidos aos professores. O dinheiro arrecadado é utilizado na compra de novas mudas e de material usado na manutenção do espaço.

A proposta deu tão certo que, segundo Maria Elisa, a ideia é expandir a horta com novas formas de plantio. “Estamos com um projeto de uma hidropônica. Para ele sair do papel estamos esperando a parceria com alguma empresa que nos auxilie, principalmente, na comprar dos canos de PVC necessários”, explica.

Experiência que vem de casa 

Dois dos responsáveis pela horta na escola Tiradentes, os estudantes João Victor Rodrigues dos Santos Moraes e Emanoel Francisco de Oliveira, ambos de 14 anos, trazem experiência de casa para o trabalho na escola. “Aprendi a plantar aos seis anos, ensinado pela minha vó. A comida que a gente planta é bem diferente daquela comprada no supermercado. É mais saudável, sem agrotóxico, e é isto que queremos ensinar aos alunos menores”, conta João. “Gosto de mexer na terra, sem contar que comer o que plantamos é muito melhor para a nossa saúde”, completa Emanoel, que em casa mantém uma mini horta com o auxílio do padrasto.




Jornal VS
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS