Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. João Corrêa, 1017 - Centro - São Leopoldo/RS - CEP: 93010-363
Fones: (51) 3591.2000 - Fax: (51) 3591.2032

PUBLICIDADE
Obra de duplicação

Secretário Pedro Westphalen diz que a RS-118 é uma 'realidade' em reunião em Sapucaia

Secretário esteve na Acis e falou sobre trabalho já realizado na estrada
06/12/2017 16:46 06/12/2017 16:46

Diego da Rosa/GES
Em um salão lotado, o Almoço Empresarial da Acis, teve como tema a 118
“Foi uma decisão de governo que faríamos a rodovia. Ninguém realmente quis fazer, porque precisava de um diagnóstico. Hoje a RS-118 é uma realidade.” Foi assim que o titular da Secretaria de Transportes do Estado, Pedro Westphalen, definiu as obras de uma das principais estradas que cortam o Rio Grande do Sul, durante sua participação no Almoço Empresarial, promovido pela Associação Comercial Industrial e de Serviços (Acis), em Sapucaia do Sul, na última quarta-feira (6).

O engenheiro técnico responsável pela obra, Vicente Britto Pereira, apresentou todas as inovações e todos os serviços que ainda precisarão ser feitos na estrada. “É um prazer falar da duplicação, depois de diversos diagnósticos, conseguimos fazer a obra que será concluída”, afirma. Em obras dois, dos três lotes em que a estrada foi dividida, do quilômetro de número 5 ao 11 e do 11 ao 22. O próximo passo é o zero ao cinco.

“Não é apenas uma estrada a ser duplicada. Ela estava totalmente abandonada”, afirma o engenheiro. O prefeito de Sapucaia, Luis Rogério Link diz que a rodovia ficará mais segura e trará desenvolvimento à região.

Presidente da Acis fala da importância da obra

O presidente da Acis, Douglas Santin, diz que é uma obra fundamental para todo o Estado. “É uma demanda antiga, não apenas da cidade, mas da região e do nosso Rio Grande do Sul. Tanto o prefeito, quanto o secretário de Transportes assumiu esse compromisso conosco”, afirma. De acordo com Santin, houve uma época em que foi sugerida a implantação de um pedágio na via, para que fosse possível o empreendimento sair do papel. “Recebemos a resposta que o atual governo não iria pedagiar, mas iria concluir a obra. Ficamos muito felizes e só temos a agradecer o empenho de todos.”

Saiba mais

A licitação para o último lote da duplicação da RS-118, entre os quilômetros zero e cinco, está em andamento na Central de Licitações do Estado. Orçada em 52,3 milhões de reais, a obra foi aprovada pelo Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), que também aprovou em novembro a contratação da empresa que será responsável por construir o viaduto de transposição do poliduto da Transpetro, que terá 30 metros de extensão e receberá 3,9 milhões de reais em investimento.



Jornal VS
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS