Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. João Corrêa, 1017 - Centro - São Leopoldo/RS - CEP: 93010-363
Fones: (51) 3591.2000 - Fax: (51) 3591.2032

PUBLICIDADE
Juniores

Aimoré enfrenta o Coritiba, nesta sexta-feira, pela Copa São Paulo

Na segunda etapa da competição nacional, confrontos são em forma de matas
10/01/2018 20:50 10/01/2018 20:50

“Temos que minimizar o erro. Quem errar, volta pra casa.” Simples, mas longe de ser fácil. Com essa máxima trazida pelo técnico Luiz Felipe, dos guris aimoresistas, o clube busca ampliar a história que tem sido construída na Copa São Paulo de Futebol Júnior 2018. Após a classificação obtida na terça-feira, em vitória por 3 a 1 diante do Ji-Paraná, o clube Capilé garantiu o avanço na competição e o enfrentamento contra o Coritiba. A partida será nesta sexta-feira (12). Desta vez, o elenco se despedirá de Barueri e atuará nos domínios de Capão Bonito.
Aliás, desde a tarde desta quarta, os Índios já estão no território onde ocorre a primeira disputa dos matas para os leopoldenses. De Barueri, a equipe teve condução bancada pela Federação Paulista de Futebol e viajou cerca de 200 quilômetros rumo ao novo destino. No local, o time terá o último treinamento antes da decisão na manhã de hoje. O trabalho repete o turno de ontem, quando uma conversa antecedeu os movimentos regenerativos para quem atuou diante do Ji-Paraná, paralelo ao treino técnico de finalização para os que não vêm atuando.

Erros minimizados

 A primeira fase invicta trouxe uma série de sustos e, automaticamente, ensinamentos. “Quando estamos na fase de mata-mata, temos que minimizar o erro. Jogar com mais foco, mais concentração ainda do que foi a primeira fase, pois a gente sabe que é um jogo só”, disse o comandante Luiz Felipe. Tentar neutralizar os pontos fortes e tirar proveito da fragilidade do adversário também são fatores que norteiam o trabalho dos aimoresistas no solo paulista. Além dele, o treinador aposta nos fatores psicológicos como exponenciais diferenciais para esse momento. “É preciso sempre evoluir, seja taticamente e tecnicamente.” Em relação ao próprio desempenho, o treinador salientou algumas deficiências encontradas na última disputa, diante do Ji-Paraná. “Taticamente não estivemos tão eficiente. Faltou um pouco. Por mais que vencemos em 3 a 1, faltou a parte tática estar encaixada. Deixamos muitos espaços para a equipe adversária. É preciso estar ligado em todos aspectos para que possa ter uma evolução positiva.”

Capão Bonito recebe a partida

 O novo espaço que abrigará mais um desafio Índio será a cidade de Capão Bonito. O interiorano município conta com o Elosport Capão Bonito, clube fundado em 1993 que possui o Estádio Dr. José Sidney da Cunha, conhecido com o Galo do Sul, com capacidade para 5.170 pessoas. O Elosport está participando da Copinha e também avançou. A equipe, inclusive, fazia parte do grupo do Coritiba, atual adversário do Aimoré. Caso o Índio prossiga na competição, o próximo jogo deve retornar a Barueri e, com um possível e conhecido adversário, o Flamengo. A equipe carioca enfrentará o próprio Elosport. O cruzamento dos grupos levará uma equipe para as oitavas.

Garotos preparados e concentrados

 O trabalho que antecedeu a participação Índia na competição foi puxado. Em algumas datas, os treinamentos foram aplicados em dois turnos e, durante as primeiras impressões da metodologia Luiz Felipe, alguns atletas sentiram o ritmo. O treinador, agora, colhe os resultados e salienta o condicionamento dos guris que, nas três primeiras partidas, não sofreram com cãibras ou cansaço excessivo. O preparador físico Marquinho Viana também atribuiu ao trabalho ostensivo a evolução. Por isso, mantém-se o planejamento e a concentração.


Jornal VS
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS