Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. João Corrêa, 1017 - Centro - São Leopoldo/RS - CEP: 93010-363
Fones: (51) 3591.2000 - Fax: (51) 3591.2032

PUBLICIDADE
Sapucaia do Sul

Funcionários protestam contra atrasos de salários na Fundação Getúlio Vargas

Grupo chegou a bloquear o trânsito da RS-118 antes de se reunir com a direção da casa de saúde
12/01/2018 15:59 12/01/2018 18:31

Divulgação /Divulgação
Grupo chegou a bloquear o trânsito da RS-118 antes de se reunir com a direção da casa de saúde
Com salários atrasados há três meses, servidores da Fundação Hospitalar Getúlio Vargas realizaram um manifesto nesta sexta-feira (12). Cerca de 200 deles paralisaram suas atividades das 11 às 14 horas. Após se reunir em frente ao Hospital, o grupo saiu em caminhada até a RS-118 onde bloqueou o trânsito por 30 minutos no início da tarde. Depois disso, eles voltaram à casa de saúde, onde representantes da categoria e do Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Serviços de Saúde (Sindisaúde) do Vale do Sinos foram recebidos pelo diretor administrativo e financeiro da Fundação Hospitalar Getúlio Vargas, Leandro Barcellos. Além da falta de pagamento dos salários e do décimo terceiro, os funcionários reclamam da falta de materiais para atender a população que começa a ocorrer no hospital.

Conforme Barcellos, os repasses do Estado estão em atraso desde outubro, somando um montante de aproximadamente R$12 milhões. “É uma situação complicada. Não temos como pagar nossos funcionários e fornecedores. Somos um hospital 100% SUS e os repasses do Estado são nossa principal receita”, afirma. Ele destaca que nem mesmo uma decisão judicial que obriga o Estado a pagar em dia os repasses está sendo respeitada.

Em nota enviada pela assessoria de imprensa a Secretaria Estadual da Saúde (SES) informou que na quinta-feira (11) foram pagos R$ 96 mil ao Hospital de Sapucaia. “Está em aberto um total de R$ 6,7 milhões, referente às competências de outubro e novembro”, diz o texto. Barcellos rebate a informação. “O valor mensal é de R$3.890.000. Eles pagaram ontem R$96.000 de outubro. Faltam R$3.794 e a competência de novembro e dezembro”, afirma. Segundo Barcellos, a Fundação conta com 1,2 mil funcionários. Somente na emergência do Hospital por dia são atendidas cerca de 350 pessoas. No local mensalmente ainda são realizadas 250 cirurgias e de 120 a 150 partos.  


Jornal VS
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS