Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. João Corrêa, 1017 - Centro - São Leopoldo/RS - CEP: 93010-363
Fones: (51) 3591.2000 - Fax: (51) 3591.2032

PUBLICIDADE
AONDE IR

Descida do Carnaval na Independência é amanhã

Escolas de samba e blocos abrem os festejos na cidade
20/01/2018 10:02 20/01/2018 10:03

Diego da Rosa/GES
Paim, Mestre Du, Maria Eduarda e Vasconcellos aguardam a descida
Até o desfile de carnaval no dia 3 de março, a cidade segue movimentada nos bairros e no Centro por ensaios e muambas. Além dos treinos que já ocorrem nas comunidades das escolas de samba, o ponto alto da largada para o carnaval está programado para este domingo com a Descida do Carnaval na Rua Independência.
 O evento está previsto para começar às 17h30. As escolas de samba se concentrarão na Rua Lindolfo Collor com a Independência e a caminhada seguirá até a Rua João Neves da Fontoura e encerrará na Praça 20 de Setembro (da Biblioteca). Por lá, os foliões permanecem fazendo a festa até entrar a noite. “A descida na Independência é uma forma de resgatar os carnavais de décadas passadas, quando era mais intenso o carnaval de rua em São Leopoldo”, lembra o secretário de Cultura, Pedro Vasconcellos. Estão confirmadas as participações das sete escolas de samba e de três blocos de carnaval. Integrantes das escolas Acadêmicos do Rio Branco, Império do Sol, Imperatriz Leopoldense, Estação Primeira de São Leo, Alambique, Imperadores do Sul, Academia de Samba da Zona Norte estão afinados.

Nas comunidades,a folia é levada a sério

 O envolvimento com o carnaval nas comunidades dentro dos bairros tem apenas um mês de folga. O samba-enredo do carnaval seguinte começa a ser pensado um mês depois que se encerra o desfile. Carlos Eduardo Ferreira, o Mestre Du, diretor de carnaval da escola Alambique Lepoldense, vive o carnaval o ano inteiro. “Fazemos oficinas com as crianças, de instrumentos, de dança, tudo durante o ano; é uma paixão que levamos paralelo ao trabalho”, conta Mestre Du, que tem a filha Maria Eduarda Oliveira Ferreira, 9 anos, como parceira de samba. “Gosto da dança e da bateria”, resume a menina que se empanha nos ensaios na Baixada.

Ensaios

O coordenador de Culturas Populares da Secretaria de Cultura, Cledenir Paim, ressalta que a programação dos ensaios ocorre desde dezembro em São Leopoldo. Sobre o carnaval na cidade, Paim concorda com Vasconcellos de que a festa é um resgate cultural para as comunidades. “É uma oportunidade para as escolas de periferia terem visibilidade”, destaca o secretário da Cultura. Paim acrescenta que as muambas estão concentradas nos bairros, assim como os desfiles de blocos carnavalescos. “A programação ocorre em todos os finais de semana até o dia do desfile.” Está prevista uma apresentação de um show de samba antes do desfile, mas a atração e a data ainda não estão confirmadas.


Jornal VS
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS