Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. João Corrêa, 1017 - Centro - São Leopoldo/RS - CEP: 93010-363
Fones: (51) 3591.2000 - Fax: (51) 3591.2032

PUBLICIDADE
Crime ambiental

Homem é preso ao despejar produtos de curtume em arroio de Estância Velha

Líquido contaminado foi descartado na canalização por cerca de 3 horas
13/02/2018 10:24 13/02/2018 15:43

  • Secretário de Meio Ambiente de Estância Velha acredita que substâncias, entre elas metais como cromo, tenham sido largadas no arroio
    Foto: Prefeitura de Estância Velha/Divulgação
  • Tanque de tratamento do antigo curtume
    Foto: Prefeitura de Estância Velha/Divulgação
  • Local onde estava sendo feito a retirada do efluente
    Foto: Prefeitura de Estância Velha/Divulgação
  • Espuma produzida pela retirada do produto
    Foto: Prefeitura de Estância Velha/Divulgação
  • Água do arroio sendo contaminada descartada no arroio
    Foto: Prefeitura de Estância Velha/Divulgação
  • Equipamento usado pelo homem para retirar produtos de dentro de tanque de curtume
    Foto: Prefeitura de Estância Velha/Divulgação
Um homem de 36 anos foi preso no momento em que despejava resíduos contaminados de um antigo curtume na canalização de esgoto em Estância Velha na segunda-feira (12). Após denúncia anônima, o crime ambiental foi flagrado pelo secretário de Meio Ambiente, Edenilson Klaus, e por agentes da Guarda Municipal. O local fica na Rua Presidente Lucena, no bairro Das Rosas.

As autoridades chegaram ao local por volta das 16 horas. À Polícia Civil, o homem relatou que o descarte irregular ocorria desde as 13 horas, ou seja, o líquido foi despejado no meio ambiente por cerca de 3 horas. 

Os produtos lançados no esgoto, provavelmente metais como cromo e outros, foram direto para o principal arroio da cidade, o Estância Velha, que deságua no Rio dos Sinos, explica Klaus. 

O preso, que teria sido contratado por uma empresa de outra cidade da região para fazer o esgotamento na massa falida do Curtume Bender, foi levado para a Delegacia de Pronto Atendimento (DPPA) de São Leopoldo.

Logo após o descarte da substância, feita por meio de equipamentos como bombas de sucção, o arroio se encheu de espuma, como mostram as fotos tiradas por Klaus. O secretário explica que foram coletadas amostras do efluente que serão levadas para análise.

Sobre a contaminação do arroio, Klaus explica que a acompanhará a situação. "Fazemos um monitoramento semanal do arroio. Agora, vamos acompanhar o impacto, fazer os procedimentos de nossa responsabilidade e repassar as informações para a Fepam (Fundação Estadual de Proteção Ambiental Henrique Luís Roessler) que é o órgão fiscalizador", afirma.

O homem, que não teve o nome divulgado, foi detido em flagrante. O crime em que ele foi enquadrado é inafiançável, segundo a Polícia Civil, e a situação dele será enviada à Justiça de Estância Velha. 

O caso seguirá da DPPA de São Leopoldo para a Delegacia de Estância Velha, que ficará responsável pela investigação. 

A reportagem do Jornal NH tenta contato com as duas empresas para um posicionamento sobre o caso. Até as 15 horas, a reportagem não havia conseguido encontrar os responsáveis pelos estabelecimentos.


Jornal VS
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS