Publicidade
Acompanhe:
Esportes Esporte

Autoridades russas reconhecem pela primeira vez 'conspiração de doping'

Segundo relatório McLaren, mais de mil atletas de 30 modalidades são suspeitos de usar substâncias ilícitas

Por AFP
Última atualização: 28.12.2016 às 08:41

AFP
Mil atletas russos são suspeitos de participar de esquema de doping patrocinado pelo governo
"Foi uma conspiração institucional", afirmou a diretora geral da Agência Antidoping russa, Anna Antseliovich. A dirigente e outros entrevistados negaram, no entanto, que o esquema teria sido patrocinado pelo Estado e afirmaram que as pessoas mais importantes do governo não sabiam de nada.

O investigador Richard McLaren afirmou em 9 de dezembro em um novo relatório para a Agência Mundial Antidoping (Wada) que mais de mil atletas russos de 30 modalidades integraram um plano orquestrado pelo ministério dos Esportes para consumir substâncias proibidas na preparação para os Jogos Olímpicos de Londres-2012 e Sochi-2014, além de outros eventos mundiais.

O ministro dos Esportes, Vitali Mutko, afirmou à agência de notícias russa TASS no dia 9 de dezembro que não foi provada a existência de uma "conspiração institucional".

As primeiras revelações do relatório McLaren provocaram a exclusão dos representantes do atletismo russo das competições internacionais, como os Jogos Olímpicos Rio-2016.

 

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.