Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Região

Imagem da padroeira de volta a Capela de Santana após 34 anos

Nova escultura, doada por morador de São Leopoldo, substituirá santa furtada em julho de 1983

Por Renata Strapazzon
Publicado em: 30.07.2017 às 15:00 Última atualização: 30.07.2017 às 20:03

Diego da Rosa/GES
Nova escultura, doada por morador de São Leopoldo, substituirá santa furtada em julho de 1983
34 anos depois de a imagem da padroeira de Capela Santana ter sido furtada de dentro da igreja da cidade, Santa Ana, a mãe de Maria, está novamente no meio dos fiéis capelenses. A nova peça, foi doada pelo eletricitário aposentado e morador de São Leopoldo, Pedro Nunes Machado, 85 anos e esculpida pelo artista Valter Frasson. A doação da imagem foi mantida em segredo até este domingo (30), quando ela foi apresentada à comunidade durante missa festiva em honra a padroeira e que lotou a paróquia do município.

Em seguida, a imagem foi levada até o salão nos fundos da igreja onde ocorreu almoço e baile. “Desde que ela foi furtada eu já tinha esta intenção e pedia muito a Deus que me ajudasse a realizar este desejo”, comenta Machado. Os moradores da cidade celebraram o presente. No salão, alguns fizeram fila para fotografar ou tocar a santa. “É uma emoção muito grande. Queria muito que minha sogra estivesse aqui agora. Quando levaram a imagem da igreja ela estava hospitalizada e lembro que ficou muito triste com o episódio. Certamente hoje seria um dia de muita alegria para ela”, diz a aposentada Nilza Machado, 75.

Produzida com base em uma fotografia da antiga santa, a nova, feita em madeira com acabamento em policromia tem 1,15 metro de altura e pesa 34 quilos. Segundo Frasson, um dos mais requisitados escultores gaúchos e especialista em arte sacra, ele estava envolvido com o projeto há três meses, sendo que levou cerca de 45 dias para esculpir a imagem da santa.

Antiga imagem nunca foi localizada

A imagem de Santa Ana foi furtada da igreja no centro da cidade na madrugada de 6 de julho de 1983. Ela estava dentro de um nicho protetor, numa redoma envidraçada, fechado por uma placa traseira, fixada com 32 parafusos. Os assaltantes precisaram remover um a um até conseguir pegar a estátua. Eles teriam fugido do local em um carro. O fato repercutiu em jornais de circulação no Estado e a polícia iniciou a investigação, sem que, no entanto, ninguém fosse preso ou indiciado pelo crime. A imagem original feita em 1800 em Portugal e enfeitada com prata, também jamais foi localizada.

Santa Ana, a vó de Jesus 

Santa Ana ou Sant'Ana é a mãe de Nossa Senhora e avó de Jesus. O nome “Ana” vem do hebraico “Hanna” e significa “graça”. Santa Ana era esposa de São Joaquim Ela, porém, tinha um grave problema: era estéril. Não conseguia engravidar mesmo depois de anos de casada. Em Israel naquele tempo a esterilidade era sempre atribuída à mulher, que era vista como amaldiçoada por Deus. Por isso, Santa Ana sofreu grandes humilhações. São Joaquim, também era censurado pelos sacerdotes por não ter filhos.

Num dado momento da vida, ele resolveu retirar-se no deserto, para rezar e fazer penitência. Nessa ocasião, um anjo lhe apareceu e disse que suas orações tinham sido ouvidas. Pouco tempo depois que São Joaquim voltou para casa, Ana engravidou. Santa Ana é a padroeira dos avós. Mas também é invocada pelas mulheres que não conseguem engravidar. Santana é também a padroeira da educação, tendo educado Nossa Senhora e influenciado profundamente na educação de Jesus.

“É como reencontrar a mãe” 

Primeiro prefeito de Capela de Santana, Pedro Odone Rodrigues da Silva se emocionou ao saber que a cidade teria de volta a imagem da padroeira. Ele foi uma das poucas pessoas que souberam da novidade quando a santa começou a ser esculpida. “Quando me contaram não consegui conter as lágrimas”, diz. Ele lembra que na época, o furto da imagem de dentro da igreja mobilizou a cidade.

“Foi algo inacreditável o amanhecer daquele dia, em julho de 1983, quando percebemos que a imagem não estava mais no nicho preparado para ela. Por isso, não tem como descrever o que este dia de hoje  representa para esta comunidade. É um momento de felicidade. É como reencontrar a nossa mãe”, opina.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.