Jornais
FECHAR
  • Jornal NH
  • Diário de Canoas
  • Jornal de Gramado
  • Diário de Cachoeirinha
  • Correio de Gravataí
Grupo Sinos
Publicado em 25/09/2015 - 21h55
Última atualização em 25/09/2015 - 21h58

Ghem vira e disputa semifinal em Campinas neste sábado

Hamburguense se recupera após perder primeiro set

Foto: Nelson Toledo/Fotojump
Ghem virou sobre chileno e avançou na competição
O gaúcho André Ghem é o último classificado para as semifinais do Campeonato Internacional de Tênis de Campinas, apresentado pelo Itaú por meio da Lei Federal de Incentivo ao Esporte. O número 3 do Brasil virou a partida contra o chileno Juan Carlos Saez, com parciais de 2/6, 6/2 e 6/0 nesta sexta-feira, na Sociedade Hípica de Campinas.

Ghem se junta aos argentinos Diego Schwartzman e Facundo Bagnis, que se enfrentam às 14h deste sábado, e a Facundo Arguello, seu adversário neste sábado às 15h45. O gaúcho, que foi finalista do torneio na última temporada, virou sua segunda partida consecutiva em Campinas, já que também precisou de três sets para superar o paulista Marcelo Zormann.

"Acho que eu comecei bem fora de ritmo hoje. Esse foi realmente o primeiro teste que eu tive nesta semana à noite. Senti um pouco a diferença da velocidade da bola e da quadra. Mas fiquei contente de ter ficado com a cabeça no lugar. Desde o começo do segundo set, acho que já estava jogando de uma maneira diferente, mais adaptado. Saio contente da quadra por ter encontrado o ritmo e conseguido mantê-lo até o final da partida", comentou Ghem.

Nos dois encontros anteriores entre Ghem e Arguello, o argentino levou a melhor. "Foram situações bastante adversas. Uma foi ano passado, em Porto Alegre, logo depois da final aqui. Acho que não estava bem fisicamente. A outra foi na Argentina, onde acordei com um torcicolo e não consegui nem terminar o primeiro set. Então não dá para fazer uma avaliação de como vai ser. Mas sei que ele é um grande jogador, espero uma pedreira pela frente", analisou o 149º do ranking.

O jogador de 33 anos também chamou o público de Campinas para assistir à sua semifinal: "Vamos ver se a gente conta com o apoio da torcida, que sempre dá mais motivação", completou Ghem, que busca sua terceira final de Challenger neste ano.

Publicidade