Publicidade
Acompanhe:
Notícias | Rio Grande do Sul Peso no bolso!

Gás de cozinha sobe entre R$0,50 e R$ 2,04, dependendo da região do Estado

A justificativa é o aumento do ICMS e do preço médio ponderado

Última atualização: 02.03.2016 às 11:54
Foto: Juarez Machado/GES
Botijão de 13 quilos já é vendido mais caro
Desde esta terça-feira (1º), o gás de cozinha ficou mais caro em todo o Estado. Segundo nota divulgada pelo Sindicato das Empresas Distribuidoras, Comercializadoras e Revendedoras de Gases em Geral no Rio Grande do Sul (Singasul), as distribuidoras de gás de cozinha em botijões comunicaram seus revendedores que farão reajustes nos botijões de 13 quilos que variam entre R$ 0,50 e R$ 2,04, dependendo da região do Estado.
Segundo os revendedores a justificativa foi o aumento de ICMS e do preço médio ponderado. Estes aumentos em sua maioria foram comunicado via contato telefônico. As embalagens industriais de 20 e 45 quilos também sofrerão aumentam que variam entre R$ 5,00 e R$ 12,00.  Embora, conforme alerta a Secretaria Estadual da Fazenda, a alíquota do imposto não tenha subido para o gás de cozinha, o reajuste atingiu os demais produtos e serviços.
O Sindicato dos Revendedores de Gases em Geral do RS (Singasul) fez um levantamento entre seus associados e constatou que a maioria já foi comunicado da majoração pelas distribuidoras. Segundo o presidente do Singasul, Ronaldo Tonet, o mercado é livre para alterar os preços e os revendedores deverão repassar esses aumentos que as distribuidoras fizeram em suas tabelas para os consumidores.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.