Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. João Corrêa, 1017 - Centro - São Leopoldo/RS - CEP: 93010-363
Fones: (51) 3591.2000 - Fax: (51) 3591.2032

PUBLICIDADE
Brasileirão

Inter retorna à Série A com vitória sobre o Bahia

Com dois gols de Nico López, Colorado venceu o time baiano por 2 a 0 neste domingo, no Beira-Rio
15/04/2018 20:17 15/04/2018 20:17

Ricardo Duarte/Inter
Jogadores comemoraram muito a vitória na estreia no Brasileirão
A tarde deste domingo no Beira-Rio foi de alegrias para o torcedor rubro e que tiveram base em três pilares. O primeiro, o retorno do Inter à Série A do Brasileirão, 492 dias depois da queda a hoje distante Série B. Também nos 37 anos do capitão D´Alessandro, desde 2008 no clube. O terceiro riso, aberto e escancarado, pela vitória por 2 a 0 diante do Bahia, gols de Nico López. Estes foram os presentes aos mais de 22 mil colorados que peregrinaram ao Gigante. Mas, dentro de campo, as velhas dificuldades do time de Odair Hellmann voltaram a aparecer com transparência na primeira metade dos 45min iniciais.

Transição lenta, falta de aproximação entre os setores e de imposição sobre o tricolor baiano. Iniciando a partida centralizado, mas depois caindo pelos lados do campo, D´Alessandro buscava ser o homem da criação. Porém, não tinha nos companheiros a mesma voltagem. Patrick errava passes, Pottker estava sem embocadura e o time não encontrava as soluções ofensivas. O Bahia, de Guto Ferreira, buscava no erro vermelho sair no contra-ataque com os velozes Zé Rafael e Edigar Junio. Porém, na primeira vez que trabalhou a bola com qualidade, o Inter abriu o marcador. Aos 37min, em lateral cobrado com rapidez por Iago para D’Ale, o argentino achou Patrick já dentro da área. O cruzamento saiu com efeito e Nico López, que havia entrado no lugar do lesionado Rossi, se antecipou a zaga e testou pra estufar as redes. A partir do gol, o Colorado ganhou moral e quase ampliou aos 41min, em cruzada de Pottker que D´Ale emendou pra fora, com o goleiro já batido no lance.

Maré vermelha
No segundo tempo a vitória se concretizou. Aos 9min, Nico deu um passe açucarado para o capitão, que dentro da grande área chutou por cima. Dois minutos depois, Patrick achou Pottker, que driblou um marcador e rolou para Nico mandar por cima do travessão. O cheiro de gol se materializou aos 15min. Em nova bola trabalhada, Nico López rolou para Edenilson e recebeu de volta, batendo de canhota para decretar o 2 a 0 e fazer uma onda, uma maré vermelha de gritos e euforia, percorrer as arquibancadas. A partir daí o Inter passou administrar. Com o triunfo da estreia vai agora para outro duelo com um baiano. Na quinta, às 19h15, em Salvador, faz o jogo da volta da 4ª fase da Copa do Brasil, contra o Vitória. O clube gaúcho tem a vantagem do empate.

FICHA TÉCNICA

INTER
Marcelo Lomba; Fabiano, Moledo, Cuesta, Iago; Rodrigo Dourado, Edenílson, Patrick e D´Alessandro (Gabriel Dias); Rossi (Nico López) e William Pottker (Brenner). Técnico – Odair Hellmann.

BAHIA

Douglas Friedrich; Nino Paraíba, Tiago, Douglas Grolli e Léo; Gregore, Elton, Vinícius (Régis), Marco Antônio (Junior Brumado) e Zé Rafael (Allione); Edigar Junio. Técnico - Guto Ferreira.

DETALHES

Local - Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre/RS. Arbitragem - Eduardo Tomaz de Aquino Valadão, auxiliado por Fabrício Vilarinho da Silva e Bruno Raphael Pires. Público – 22.235.


Jornal VS
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS