Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. João Corrêa, 1017 - Centro - São Leopoldo/RS - CEP: 93010-363
Fones: (51) 3591.2000 - Fax: (51) 3591.2032

PUBLICIDADE
São Leopoldo

Lista de espera com mais de mil crianças na educação infantil

Novo período de inscrições, com horário especial, foi aberto nesta segunda-feira e segue até o dia 27
16/04/2018 20:29 16/04/2018 20:30

Diego da Rosa/Diego da Rosa/GES
Central de Matrículas distribui 100 fichas por dia
A Central de Matrículas abriu, ontem, novo período de inscrições para crianças de 0 a 3 anos e 11 meses, na educação infantil. Conforme a Secretaria Municipal de Educação (Smed), o serviço é destinado às crianças que não realizaram a inscrição no ano passado. O período de inscrições se encerra no dia 27 de abril.
 O coordenador da Central de Matrículas da Smed, Evandro Paixão, explica que, atualmente, a fila de espera por vagas nessa faixa etária tem 1.170 crianças e, a cada semana, a partir do surgimento de novas vagas, esse número pode diminuir. Ele reforça que a abertura das novas inscrições tem como base um decreto que define o período de aberturas de inscrições para a educação infantil em outubro e abril. É uma nova chamada de inscrições para quem não se inscreveu em outubro. “Temos que fazer isso. É uma maneira de pleitear aumento de vagas. Precisamos ter a demanda para justificar mais vagas. Estamos trabalhando para ampliar o número de vagas na rede por isso a inscrição é importante para buscarmos a ampliação da rede e compra de vagas”, completa.
 O coordenador comenta também que os inscritos em outubro estão numa lista de suplência, já os que farão suas inscrições agora em abril, ficam numa lista de espera. Mas é o sistema de inscrições que analisa os critérios de prioridade – como renda, criança com deficiência, ou situação de vulnerabilidade – e seleciona quais têm preferência. Segundo a Central, 50,64% de inscritos nessa idade conseguiram as vagas e estão matriculados, pouco mais da exigência mínima de 50%. Atualmente a rede conta com 13 escolas municipais de educação infantil e 41 escolas credenciadas. Durante este período especial de inscrições, a Central de Matrículas funcionará em horário especial, das 7h30 às 16 horas.


Matriculados

 Conforme a Central de Matrículas, no total, são 3.556 crianças, de 0 a cinco anos e 11 meses, matriculadas na rede credenciada de São Leopoldo e outras 1.614 nas Emeis. Os números são de março deste ano.

100 fichas

Serão disponibilizadas 100 fichas de atendimento por dia. Essa inscrição é destinada para aqueles que nasceram após outubro, mudaram de endereço, ou perderam o prazo de outubro de 2017. O responsável pela criança deve levar todos os originais e cópias dos documentos exigidos e indicar duas opções de escolas para as matrículas. Todas as inscrições irão para a lista de espera e, assim que disponibilizada a vaga, a Central entrará em contato, através dos números de telefones indicados na inscrição. A Secretaria Municipal de Educação trabalha apenas com as Escolas Municipais de Educação Infantil (EMEIs) e as Escolas de Educação Infantil Privadas (EEIPs) autorizadas e credenciadas à Rede de Educação Municipal.

Documentos são importantes

O principal problema observado pela Central de Matrículas é que muitas responsáveis chegam para realizar a inscrição das crianças sem os documentos necessários. “Não podemos fazer a inscrição sem os documentos necessários, então orientamos que tem que trazer os documentos. Mas muitas pessoas não entendem isso”, relata Evandro.

Para efetivar a inscrição, o responsável deve levar originais e cópias (conforme a lei municipal 8.869, de 2017) de:
Identidade (RG) ou Certidão de nascimento da criança
Comprovante atualizado de endereço no nome do/a responsável legal
Título de Eleitor do/a responsável legal
Identidade (RG) ou documento com foto do/a responsável pela criança
Carteira de vacinação em dia
Comprovante de renda
Comprovante de vulnerabilidade psicossocial, comprovada com parecer emitido por quaisquer órgãos de rede socioassistencial sobre a vulnerabilidade da criança, no âmbito familiar ou com pedido de medida de proteção, fundamentada e comprovada, desde que esteja recebendo acompanhamento da rede
Em caso de pais divorciados, certidão de divórcio, separação e/ou documento comprobatório de separação de fato
Se beneficiário do Programa Bolsa Família, apresentar o Cartão (Folha resumo) e o último extrato bancário no ato da inscrição
Comprovante do vínculo empregatício da mãe trabalhadora, quando for o caso
Comprovante do vínculo estatutário e de renda familiar, no caso de servidor do Município de São Leopoldo.


Jornal VS
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS