Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. João Corrêa, 1017 - Centro - São Leopoldo/RS - CEP: 93010-363
Fones: (51) 3591.2000 - Fax: (51) 3591.2032

PUBLICIDADE
De virada!

Inter bate o Corinthians no Beira-Rio

Resultado eleva o Colorado ao sexto lugar na competição
27/05/2018 18:30 27/05/2018 19:52

Ricardo Duarte/Inter
Colorado comemorou bastante a vitória de virada
Água mole em pedra dura tanto bate até que fura. Frase que explica a vitória do Inter por 2 a 1 diante do Corinthians, neste domingo, no Beira-Rio, pela sétima rodada do Brasileirão. Gols de Damião e Rossi, descontando Matheus Vital para o alvinegro. Resultado que eleva o Inter para o sexto lugar na competição e fortalece o astral e a confiança, pois é a segunda vitória consecutiva. 

Mas, a palavra que pode definir a saga rubra na partida de ontem foi intensidade. Mesmo surpreendido logo a 4min da etapa inicial com o gol de Matheus Vital, o Colorado manteve a postura agressiva o tempo todo. Jogou sempre no campo do adversário, e foi equilibrado em quase todos os setores. No primeiro tempo o time de Odair Hellmann teve seis bolas contra a meta paulista, mas pecou na eficiência e acabamento. A melhor delas aos 9min, numa raspada de cabeça de Damião que Henrique tirou quase na risca do gol.

Mostrando raça, brigando pela posse de bola e pedindo que o time não recuasse, Damião foi brindado aos 17min da segunda etapa por essa vibração. Em cruzamento de Lucca, pela esquerda, o camisa 9 surgiu sozinho no meio dos zagueiros e escorou de direita, marcando seu gol de número 99 no clube. O empate botou fogo no grito da arquibancada e apenas ampliou a vontade e a transpiração do Inter, enquanto o Corinthians mantinha o pragmatismo.

A vitória
O ímpeto e o coração na ponta da chuteira mantiveram o Colorado amassando o Corinthians. O gol do desabafo quase veio aos 36min, quando num cruzamento da direita, feito por Zeca, a bola sobrou limpa para Moledo bater e Walter defender. Mas, os deuses do futebol estavam dessa vez do lado rubro. Aos 46min, o lateral-direito Mantuan foi matar a bola na entrada da área, mas ela escapuliu e sobrou para Rossi, que vinha acompanhando a jogada, apenas escorar para as redes. Um 2 a 1 merecido. Um presente pela entrega do time.

Internacional (2): Danilo Fernandes; Zeca, Klaus, Rodrigo Moledo e Iago (Nico López); Rodrigo Dourado e Edenilson; William Pottker (Rossi), Patrick e Lucca (Juan Alano); Leandro Damião. Técnico: Odair Hellmann.

Corinthians (1): Walter; Mantuan, Balbuena, Henrique e Sidcley; Paulo Roberto e Maycon; Mateus Vital (Pedrinho), Jadson (Marquinhos Gabriel) e Romero (Júnior Dutra); Roger. Técnico: Osmar Loss.

Gols: Mateus Vital (C), aos 4min do primeiro tempo, Leandro Damião (I), aos 18min do segundo tempo, Rossi (I), aos 46min do segundo tempo.

Cartões amarelos: Iago, Edenilson, Leandro Damião (I); Maycon (C).

Pagantes: 27.650. Menores: 1.638. Não pagantes: 1.503. Público total: 30.791. Renda R$ 795.765,00.

Arbitragem: Pericles Bassols Pegado Cortez, auxiliado por Clovis Amaral da Silva e Cleberson do Nascimento Leite (Trio de Pernambuco).


Jornal VS
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS