Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. João Corrêa, 1017 - Centro - São Leopoldo/RS - CEP: 93010-363
Fones: (51) 3591.2000 - Fax: (51) 3591.2032

PUBLICIDADE
2ª CRE

Seminário aborda a formação normalista em São Leopoldo

A segunda de cinco etapas ocorreu nesta quarta em São Leopoldo com representantes da região
13/06/2018 19:46 13/06/2018 19:46

Susana Leite/Susana Leite/GES-Especial
Evento da 2ª CRE ocorreu nesta quarta-feira no auditório da Oncologia Centenário
O Rio Grande do Sul é um dos poucos estados brasileiros que mantém fortalecida a formação para o magistério em nível de Ensino Médio, conhecido como curso Normal. Para trocar experiências e discutir o papel do professor nas séries iniciais e educação infantil, professoras se reuniram nesta quarta-feira (13) em uma programação que se iniciou pela manhã e seguiu a tarde em São Leopoldo.
 Docentes e gestoras de escolas estaduais se reuniram em São Leopoldo para dar prosseguimento à segunda de cinco etapas do Seminário Regional das Escolas de Curso Normal. O encontro ocorreu no auditório da Oncologia Centenário, reunindo representantes de cursos Normais das Coordenadorias Regionais de Educação do Vale do Sinos e da Região Metropolitana. “Esta é mais uma formação oferecida pela Secretaria Estadual de Educação, que está sendo sediada pela 2ª CRE”, explica a responsável pela chefia pedagógica da 2ª CRE, Eliana Cardoso. O próximo evento de formação será em agosto.

Realidade
 Embora a Lei de Diretrizes e Bases (LDB), recomende a formação em nível superior, os cursos Normais resistem e seguem sendo oferecidos pela rede pública. Desde então a discussão acerca do papel da formação vem sendo constantemente discutida. “Esse trabalho aqui é voltado para discutirmos qual é a nossa postura em termos de regulamento e de planos de estudo”, observa a assessora pedagógica da 2ª CRE, Maria José dos Reis.  

Região tem sete cursos

Na área de abrangência da 2ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE), que engloba municípios do Vale do Sinos, possui sete escolas com formação em magistério, o curso Normal: Colégio Estadual 25 de Julho (Novo Hamburgo), Instituto Estadual de Educação Assunta Fortini (Barão), Instituto Estadual de Educação Olívia Lahm Hirt (Igrejinha), Instituto Estadual de Educação Sapiranga (Sapiranga), Instituto Estadual de Educação Profº Pedro Schneider (São Leopoldo), Instituto Estadual de Educação Paulo Freire (São Sebastião do Caí) e Colégio Estadual Profº Jacob Milton Benemann (Feliz). Maria José ressalta que a região é a que mais possui escolas com curso Normal no Estado, que totaliza 104 instituições.
 Defensora do curso de Magistério, Maria José explica que as experiências pedagógicas da formação de professor nessa modalidade preparam o docente para a prática em sala de aula. “Não queremos desmerecer a graduação que dá qualificações específicas, mas o curso Normal forma professores com muita capacidade para lidar com a educação infantil e com as séries iniciais”, garante a docente.


Jornal VS
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS