Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. João Corrêa, 1017 - Centro - São Leopoldo/RS - CEP: 93010-363
Fones: (51) 3591.2000 - Fax: (51) 3591.2032

PUBLICIDADE
No Santos Dumont

Desentendimento termina com homem morto em São Leopoldo

Fato aconteceu na tarde de quarta-feira (12) no bairro Santos Dumont. Autor dos disparos se entregou à polícia
13/09/2018 14:40 13/09/2018 18:10

Foto por: Polícia Civil/Divulgação
Descrição da foto: Fato aconteceu na tarde de quarta-feira (12) no bairro Santos Dumont
Por meio do depoimento de testemunhas e também de familiares da vítima, agentes da Delegacia de Polícia de Homicídios (DPH) deverão esclarecer o 30º assassinato registrado em São Leopoldo neste ano. O caso, que foi o terceiro deste mês, ocorreu na tarde de quarta-feira (12) no bairro Santos Dumont e terminou na morte de Carlos Eduardo Borre de Mello, 25 anos. O autor do crime se entregou à polícia. Em depoimento, o homem, de 57 anos e que não teve a identidade divulgada, alegou ter agido em legítima defesa.

O fato aconteceu por volta das 13h20 no endereço onde o homem preso reside e tem um negócio de papa entulho, na Avenida Mauá, no bairro Santos Dumont. O crime teria ocorrido após um desentendimento entre o suspeito e a vítima, que morava próximo dali, e que já havia resultado em registro de ocorrência contra Mello um dia antes, quando a ele teria quebrado a marretadas um caminhão do indiciado e o ameaçado de morte. “A versão do autor apresentada à polícia é de que a vítima o estava ameaçando por conta de uma desavença entre eles, motivada por entulhos na frente da casa dela e de que no dia do crime Mello teria ido até o local e estaria tentando invadir sua residência”, comenta o chefe do setor de investigações da DPH, Odilei Betanin.  A vítima tinha antecedentes por ameaça e lesão. O autor, nenhum.

No local, Mello foi alvejado com três tiros. Socorrido ao Hospital Centenário ele não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo horas depois. O autor dos disparos ainda teria fugido do endereço, mas acabou ligando para a Brigada Militar e se entregou. Ele foi levado à Delegacia de Polícia onde prestou depoimento. O homem foi autuado por homicídio doloso consumado e deverá responder pelo crime em liberdade. Aos policiais ele disse que fugiu do local do crime por medo, pulando muros com o revólver calibre .38 no bolso e que perdeu a arma durante a fuga.



Jornal VS
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS