Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. João Corrêa, 1017 - Centro - São Leopoldo/RS - CEP: 93010-363
Fones: (51) 3591.2000 - Fax: (51) 3591.2032

PUBLICIDADE
Polícia

Preso homem acusado de incendiar casa da ex-companheira em Sapucaia do Sul

Crime aconteceu no dia 23 de setembro em Sapucaia do Sul. Homem foi preso em Taquara
11/10/2018 15:07 11/10/2018 15:07

Foto por: Newton Pedro Corrêa/ Especial
Descrição da foto: Crime aconteceu no dia 23 de setembro em Sapucaia do Sul.
Agentes da 2a Delegacia de Polícia (2a DP) de Sapucaia do Sul prenderam na manhã desta quinta-feira (11) o homem acusado de fazer ameaças a ex-companheira e atear fogo contra a casa dela no mês passado. Márcio André Silva de Souza, de 48 anos, foi capturado durante cumprimento de mandado de prisão preventiva. Ele estava em um local para a reabilitação de dependentes químicos na cidade de Taquara. De acordo com o chefe do setor de investigação da 2a DP sapucaiense, Gilberto Primeiro, Souza foi indiciado por tentativa de homicídio e incêndio criminoso e após ser ouvido na delegacia deveria ser encaminhado ao sistema prisional.

Os crimes dos quais ele é acusado ocorreram entre os dias 22 e 23 de setembro passado. Depois de ter sido detido pela Brigada Militar por fazer ameaças a ex-companheira portando uma faca na noite do sábado, dia 22, o homem foi liberado, na manhã de domingo, 23. Como vingança voltou à casa onde o casal morava de aluguel, na Rua São Vendelino, no bairro Vargas, e ateou fogo. Por sorte, a mulher e um dos filhos do casal, de 11 anos, já não estavam mais no local. Ao saber do paradeiro da mulher e da criança, em uma casa distante cerca de 700 metros do incêndio, o homem foi ao endereço novamente ameaçar a mulher, dessa vez com uma chave de fenda. Contido por familiares foi preso pela BM e conduzido à Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Canoas onde foi ouvido e liberado. “Um dia depois ele ainda voltou a fazer ameças a ex-mulher, mas sumiu. Investigamos o paradeiro dele e confirmamos que ele estaria neste sítio de Taquara”, explica o policial.

A série de ocorrências foi o desfecho de agressões sofridas pela costureira, de 43 anos, protagonizadas pelo homem com quem ela foi casada por mais de duas décadas e com quem teve dois filhos, de 24 a 11 anos. No mês passado em entrevista ao Jornal VS, ela comentou que a violência foi uma consequência da dependência química do marido. “Ele não chegava a encostar a mão em mim, mas me ameaçava. Dizia que ia me matar. Não aguentei mais aquela situação e resolvi ir embora. Ele não aceitou. Não acreditava que ele fosse capaz, até que ele fez”, disse ela à reportagem um dia após ter a casa incendiada.


Jornal VS
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS