Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. João Corrêa, 1017 - Centro - São Leopoldo/RS - CEP: 93010-363
Fones: (51) 3591.2000 - Fax: (51) 3591.2032

PUBLICIDADE
Violência

Homem executado em rua de São Leopoldo era detento do semiaberto

Regis Rodrigues de Souza, 42 anos, foi morto com, pelo menos 20 tiros
10/01/2019 13:22 10/01/2019 13:24

Foto por: Polícia Civil/Divulgação
Descrição da foto: Regis Rodrigues de Souza, 42 anos, foi morto com, pelo menos 20 tiros
Um detento do Instituto Penal de São Leopoldo que cumpria pena em regime semiaberto foi executado a tiros na manhã desta quinta-feira (10) no bairro Jardim América. Regis Rodrigues de Souza, 42 anos, havia deixado a casa prisional e seguia para a residência dele de carro quando foi surpreendido por homens armados, por volta das 6h30. Souza havia estacionado o automóvel, um Honda Civic branco, em frente a casa onde morava com a família, na Rua Jacob Roth, e ao descer do veículo foi atingido pelos disparos.

Conforme testemunhas os atiradores seriam quatro homens em um automóvel branco. Eles tinham os rostos cobertos com toucas ninjas e, pelo menos, um deles estaria usando um colete à prova de balas. No local, segundo a polícia, foram encontrados 33 estojos de calibre 9 milímetros. Já o corpo da vítima apresentava, ao menos, 20 ferimentos provocados pelos disparos. Câmeras de videomonitoramento de casas e estabelecimentos comerciais próximos do local do crime flagraram a fuga dos criminosos e as imagens estão sendo analisadas pela polícia.

O caso é investigado pela Delegacia de Polícia de Homicídios (DPH). De acordo com o chefe do setor de investigações da DPH, Odilei Betanin, Souza possuía antecedentes por crimes como homicídio, roubos e tráfico e seria vinculado à facção criminosa Os Manos. Informações que possam auxiliar na elucidação do crime ou na identificação dos atiradores, como as placas do automóvel usado por eles, podem ser repassadas à investigação pelo telefone 9.8590.0522 por meio de mensagens no WhatsApp.

Este foi o segundo homicídio registrado no ano em São Leopoldo. No último sábado (5) Rafael Dutra Cardoso, 29 anos, morreu depois de ser atingido por disparos de arma de fogo na Rua Marco Polo, no bairro Santos Dumont. O crime teria ocorrido por volta das 17h30. Cardoso ainda chegou a ser socorrido ao Hospital Centenário, mas morreu enquanto recebia atendimento médico. Segundo a polícia, o corpo apresentava, pelo menos, oito marcas de tiros espalhadas pelo tronco e pernas. De acordo com testemunhas, a vítima estaria parada na rua quando um homem de bicicleta e sem camisa, se aproximou atirando. Cardoso, conforme a polícia possuía antecedentes por roubos e furtos. Ninguém foi preso.


Jornal VS
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS