Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. João Corrêa, 1017 - Centro - São Leopoldo/RS - CEP: 93010-363
Fones: (51) 3591.2000 - Fax: (51) 3591.2032

PUBLICIDADE
Alívio no bolso

Gasolina tem o menor preço em 8 meses

Em São Leopoldo, litro do combustível já é encontrado a R$ 4,069
11/01/2019 07:58 11/01/2019 07:59

Foto por: Priscila Carvalho/GES-Especial
Descrição da foto: Em São Leopoldo, litro do combustível já é encontrado a R$ 4,069
Ainda não atingiu o menor valor comercializado em São Leopoldo no ano passado, mas o preço do litro da gasolina vem sofrendo seguidas quedas desde o fim de novembro, o que, claro, tem agradado os consumidores. Até ontem (10), era possível encontrar gasolina comum e aditivada por R$ 4,069 na cidade – há menos de uma semana atrás, o preço mínimo variava entre R$ 4,16 e R$ 4,19. Porém, ainda não chegam aos valores encontrados pela região: em Novo Hamburgo, já havia estabelecimentos vendendo gasolina comum a R$ 3,99 o litro, ontem (10).

Por aqui, o preço ainda não bate os R$ 3,98 registrados de março a maio do ano passado, antes da greve dos caminhoneiros, em levantamento semanal feita pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), mas já é o menor dos últimos oito meses. Curiosamente, o preço de R$ 4,069 por litro encontrado em São Leopoldo agora é o mesmo que foi apontado pela pesquisa da ANP, em janeiro do ano passado.

E a expectativa é de que os valores nas bombas possam baixar ainda mais, já que a Petrobras anunciou, esta semana, uma redução de 1,38% no preço da gasolina vendida nas refinarias. Com isso, o litro do combustível passa a ser comercializado a R$ 1,4337. Essa é a terceira queda consecutiva do preço da gasolina, que começou 2019 sendo vendida a R$ 1,5087 por litro. Desde o dia 1º, o combustível acumula queda de 4,97% no preço nas refinarias da estatal.

Esperança por mais reduções

O fato de o preço vir de reduções constantes nos últimos tempos é comemorado pela técnica de enfermagem Beloni Nervo, 51 anos. Ontem, ela abastecia seu carro por R$ 4,09 o litro da gasolina. “Muito melhor que está baixando e não aumentando, né? O diesel também está baixando. Mas pode baixar mais ainda”, pondera, explicando que o marido trabalha com caminhão, sentindo os reajustes no diesel também. “Na época da greve dos caminhoneiros, estávamos no Recife e ficamos 13 dias parados com o caminhão no posto, porque não havia combustível”, conta. “Mas agora espero que tanto a gasolina quanto o diesel possam baixar mais”, almeja.

No posto onde Beloni abasteceu, na avenida Feitoria, no bairro São José, o gerente Ederson Gaieski diz que o valor é definido pela rede, mas que sempre procuram repassar os reajustes pouco tempo depois de anunciados. “Tentamos passar já no outro dia. Até para competir com o mercado. Desde dezembro, o preço da gasolina vem reduzindo aos poucos”, recorda o gerente.

Preços altos assustaram

O alívio para o consumidor se justifica pelo fato de, depois da greve dos caminhoneiros, a gasolina ter se tornado bem mais cara, tendo seu pico nos meses de outubro e novembro, quando o litro custava R$ 4,67, conforme a pesquisa realizada pela ANP na cidade. Porém, o combustível podia ser visto por até mais em alguns estabelecimentos. É o que lembra o chaveiro Gilmar Lopes, 41 anos – que usa o automóvel para trabalhar e chega a abastecer até três vezes por dia. Ontem, ele levou seu carro em um posto da avenida João Corrêa, que comercializava o produto por R$ 4,09, e comentou que o preço deve baixar mais, pelo fato de já ter visto postos vendendo o litro a menos de 4 reais em cidades como Esteio. “Agora melhorou bastante, em vista de quando estava R$ 4,80, R$ 4,90. Mas acho que ainda baixará mais”, acredita.

Variação nos últimos 12 meses 

Preço mínimo da gasolina em São Leopoldo por semana (nos últimos 12 meses)
Conforme levantamento da ANP. A pesquisa da ANP é realizada na primeira semana de cada mês.

7/1 a 13/1 - 4,069
4/2 a 10/2 - 4,169
4/3 a 10/3 - 3,998
1/4 a 7/4 - 3,980
6/5 a 12/5 - 4,260
3/6 a 9/6 - 4,659
1/7 a 7/7 - 4,549
5/8 a 11/8 - 4,45
2/9 a 8/9 - 4,48
7/10 a 13/10 - 4,659
4/11 a 10/11 - 4,670
2/12 a 8/12 - 4,339
*Fonte: ANP



Jornal VS
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS