Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. João Corrêa, 1017 - Centro - São Leopoldo/RS - CEP: 93010-363
Fones: (51) 3591.2000 - Fax: (51) 3591.2032

PUBLICIDADE
Gauchão

Aimoré vence o Brasil-PEL por 3 a 1 e faz história em Pelotas

Gustavo Xuxa (duas vezes) e Wagner anotaram os gols aimoresistas
10/02/2019 21:07 10/02/2019 21:07

“Essa era a partida que faltava para o nosso grupo.” Foi dessa maneira que um eufórico e aliviado Gelson Conte comentou o resultado do Aimoré contra o Brasil de Pelotas, em entrevista coletiva após a vitória por 3 a 1, na noite deste domingo, em pleno Bento Freitas. Vindo de uma sequência de quatro jogos sem vencer e de uma derrota dentro de casa para o Juventude, o Aimoré aproveitou a pressão sobre o lanterna Brasil de Pelotas para fazer as pazes com a vitória. Em grande atuação de Gustavo Xuxa, que marcou dois golaços de fora da área, os índios capilés comandados pelo técnico Gelson Conte cravaram o próprio nome na história do clube: foi a primeira vitória do Aimoré no Bento Freitas em mais de trinta anos. Com o resultado, o Índio chega aos 9 pontos e pula para a quinta posição do Gauchão, se afastando da zona de rebaixamento. O próximo compromisso é novamente em Pelotas, contra o Pelotas, no próximo domingo, às 18 horas, na Boca do Lobo.

Foto por: CARLOS INSAURRIAGA/GEB
Descrição da foto: Aimoré venceu o Brasil no Bento Freitas pela primeira vez em mais de trinta anos

O jogo

Após anular a pressão dos donos da casa nos minutos iniciais, o Aimoré chegou ao primeiro gol com um belo chute de fora da área de Gustavo Xuxa, de canhota, em seu primeiro jogo como titular no Gauchão. Ele substituiu Marco Antônio, que não treinou durante a semana por conta de uma amigdalite.

Pouco depois, aos 30 minutos, Xuxa marcou mais um, novamente de fora da área, mas desta vez de perna direita. Acertou o ângulo e levou ao delírio os poucos torcedores aimoresistas presentes no Bento Freitas.

O gol provocou a revolta de parte dos torcedores da equipe mandante, que ocupa a lanterna e ainda não venceu no campeonato. Devido à confusão, o árbitro deu sete minutos de acréscimo no primeiro tempo, e foi justamente aos 52 minutos que o Índio chegou ao terceiro gol, invocando a Lei do Ex: Wagner, que tem passagem pelo Brasil, recebeu do lateral Henrique Ávila e deixou o Aimoré com 3 a 0 de vantagem no intervalo.

Na volta do vestiário, o Aimoré reduziu o ritmo, confortável com o placar elástico. Disposto a mudar a partida, o Brasil de Pelotas atacava com até sete atletas, mas só conseguiu marcar uma vez: aos 14 minutos, Leandro Camilo completou cobrança de escanteio e diminuiu para os mandantes. Apesar da pressão do time da casa no decorrer do segundo tempo, o Aimoré conseguiu manter o resultado, com grandes atuações de Marcelo Pitol, Leandro Canhoto e Diguinho, além de Wagner e Xuxa, que marcaram os gols.



Jornal VS
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS