Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. João Corrêa, 1017 - Centro - São Leopoldo/RS - CEP: 93010-363
Fones: (51) 3591.2000 - Fax: (51) 3591.2032

PUBLICIDADE
Tráfego

Assinado contrato de concessão das rodovias BR-101, BR-386, BR-290 e BR-448

Pedágio na free way voltará a ser cobrado. Tarifa será de R$ 4,30 nos primeiros 12 meses
10/02/2019 10:14 10/02/2019 10:14

Foto por: Free way/Divulgação
Descrição da foto: Pedágio voltará a ser cobrado na free way
Foi assinado o contrato de concessão das rodovias BR-101, BR-386, a BR-290(free way) e BR-448 (Rodovia doParque) no RioGrande do Sul.Chamada de Rodovia Integração do Sul (RIS), a parceria público-privada (PPP) vai garantir um investimento de R$ 13,4 bilhões pelos próximos 30 anos. A CCR Via Sul, empresa controlada pelo Grupo CCR, será a responsável pela operação de 473,4 quilômetros de rodovias federais do Rio Grande do Sul. De acordo com o presidente da CCR, Leonardo Vianna, a empresa assume os trabalhos no dia 15 de fevereiro, data em que reinicia a cobrança de pedágio na free way, tanto em Gravataí como em Santo Antônio da Patrulha. “Iniciamos em 15 de fevereiro o atendimento mecânico, médico e a cobrança do pedágio nos locais onde anteriormente eles já eram realizados. A tarifa será de R$ 4,30 nos primeiros 12 meses, com reajustes anuais de acordo com a inflação”, garantiu.

A CCR informou que esse valor tem como base julho de 2018, e poderá ser reajustado pela variação do IPCA até o início da operação das praças, o que deve levar a uma alteração para R$ 4,40. Mas, a confirmação desta mudança somente se dará em fevereiro. Com relação às demais rodovias, a previsão é que seja iniciada a cobrança do pedágio em até um ano. “O contrato estabelece que façamos algumas melhorias nestas vias antes da cobrança. Nosso prazo é entre seis meses e um ano para terminar esses trabalhos e só então haverá a tarifa”, acrescenta Vianna. A BR-386 terá quatro pedágios, nas cidades de Victor Graeff, Fontoura Xavier, Paverama e Montenegro. Já na BR-101, o contrato prevê uma cobrança de tarifa, no município de Três Cachoeiras.


Jornal VS
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS