Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. João Corrêa, 1017 - Centro - São Leopoldo/RS - CEP: 93010-363
Fones: (51) 3591.2000 - Fax: (51) 3591.2032

PUBLICIDADE
Brasileirão

Grêmio quer corrigir os erros para pegar o Avaí

Apesar do desempenho ter merecido elogios do técnico, Tricolor terá que recuperar pontos perdidos
29/04/2019 20:01 29/04/2019 21:01

-

Foto por: Lucas Uebel/Grêmio
Descrição da foto: Zagueiro Kannemann ressaltou que é preciso manter a intensidade durante os 90 minutos
Apesar da derrota de 2 a 1 para o Santos, domingo (28), na Arena, o técnico Renato Portaluppi gostou do desempenho dos seus titulares na estreia pelo Campeonato Brasileiro. Para o treinador, o time fez um "partidaço", mesmo lamentando as "bobeiras". Agora, é corrigir os erros para recuperar os pontos perdidos em casa já nesta quarta-feira (1/5), às 19h15, contra o Avaí, fora de seus domínios.

Leia todas as notícias do Grêmio

"O time jogou o máximo, conseguimos criar. É verdade que tivemos alguns pequenos detalhes que precisamos corrigir", salientou o zagueiro Kannemann, em entrevista coletiva concedida após o treino da tarde de segunda-feira (29). "Hoje em dia o futebol está muito parelho. Todas as equipes sabem que a intensidade não se pode negociar", ressaltou o argentino.

Nesta terça-feira, os jogadores têm novo treinamento no início da manhã e, logo em seguida, seguem para o Aeroporto Salgado Filho, de onde partem para Florianópolis. Na segunda rodada do Brasileirão, a ordem é ser mais efetivo para somar os três pontos e a primeira vitória.

"Futebol é bola na rede. Demos duas bobeiras no primeiro tempo. Contra um time de qualidade como o Santos não pode dar esse tipo de bobeira. Buscamos o tempo todo, coloquei bastante a equipe para frente, principalmente no segundo tempo. Mesmo com bastante atacantes, mantivemos o padrão, organizados o tempo todo. Criamos, mas infelizmente a bola não quis entrar", lamentou Renato Portaluppi. Ele confirmou, ainda, que o Tricolor não irá mudar sua forma de atuar. "Gosto de futebol agressivo. O Grêmio é grande por isso, busca o gol. Tenho esse pensamento que, quanto mais próximo do gol, mais próximo da vitória. Gosto de ver minha equipe para frente. Nem sempre vai vencer", apontou.

Azuis

Os jogadores que atuaram contra o Santos realizaram um trabalho regenerativo e físico na academia nesta segunda. No gramado, os demais atletas participaram de um treino técnico, em campo reduzido, trabalhando a movimentação e rápida troca de passes.

O meia Jean Pyerre, que deixou o campo no domingo com dores no ombro direito, ainda será reavaliado, mas pode desfalcar a equipe diante do Avaí. Já Diego Tardelli pode ganhar uma vaga no time.

O Grêmio deve ter: Paulo Victor; Leonardo, Geromel, Kannemann e Cortez; Maicon, Matheus Henrique, Alisson (Tardelli), Luan (Jean Pyerre) e Everton; André.

 

Jornal VS
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3553.2020 / 51 992026770
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS