Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. João Corrêa, 1017 - Centro - São Leopoldo/RS - CEP: 93010-363
Fones: (51) 3591.2000 - Fax: (51) 3591.2032

PUBLICIDADE
Decisão

Inter pode mudar para o confronto decisivo na Arena

Odair Hellmann espera por Dourado, conta com Bruno e pode deixar D'Alessandro no banco
15/04/2019 20:32

-

Foto por: Ricardo Duarte/Inter
Descrição da foto: Meia D'Alessandro pode iniciar o segundo jogo da final do Gauchão no banco de reservas e ser utilizado como uma alternativa no decorrer da partida desta quarta-feira
O técnico Odair Hellmann pode promover algumas mudanças na equipe para o segundo e decisivo clássico da final do Gauchão. Além de Bruno, que pode voltar ao time no lugar de Zeca, D'Alessandro pode iniciar o Gre-Nal de quarta-feira (17) no banco de reservas. Além disso, o treinador ainda espera por um possível retorno de Rodrigo Dourado.

"Vamos para a Arena buscar uma vitória, que nos dá o título. Ficou claro que o Grêmio veio buscar um empate. Em todas as ações, com cera e aquelas situações que a gente conhece, para levar o jogo para a Arena. Mas o campeonato está em aberto. Não é porque o Grêmio vai jogar na Arena que o jogo está resolvido", afirmou o técnico do Inter, após a partida de domingo. Na segunda-feira (15), a novidade do treino colorado foi a presença do lateral-direito Bruno, recuperado de uma lesão muscular. "O Rithely sentiu a coxa. Tem que ver qual a gravidade disso. Sobre o Dourado, vamos ver dia após dia. Tomara que se recupere para a gente ir forte na Arena", comentou Hellmann. Já D'Alessandro poderia dar lugar a Parede ou Pottker, com Nico López fazendo a função de armador.

Para o técnico do Inter, sua equipe produziu mais que o time rival no primeiro Gre-Nal da decisão do Estadual. "Fizemos um bom jogo. As melhores situações foram nossas. Merecíamos um resultado melhor, mas o futebol não é justo. Não conseguimos ser efetivos. Tivemos três ou quatro situações de perigo. O Grêmio teve uma com o Everton", avaliou, sem mencionar o chute de Alisson que carimbou o travessão de Marcelo Lomba.

Com pouco tempo para trabalhar até o segundo confronto da final, a maior preocupação do treinador é descansar seus jogadores. "Se você tem uma semana, tem tempo para recuperar um jogador de dores específicas. Agora é descansar, recuperar os jogadores, se alimentar bem, definir a equipe e ir para o jogo de quarta com tudo. É o último jogo e não tem mais o que guardar ou poupar. É botar todas as energias para conquistar o título", projetou.

Jornal VS
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3553.2020 / 51 992026770
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS