Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. João Corrêa, 1017 - Centro - São Leopoldo/RS - CEP: 93010-363
Fones: (51) 3591.2000 - Fax: (51) 3591.2032

PUBLICIDADE
Ciência

Alunos do Frederico são premiados na Febrace

Trio conquistou o 3º lugar na maior feira brasileira
15/04/2019 21:14

-

Imagine um óculos com uma câmera, fone de ouvido e um software integrado, capaz de orientar o seu usuário deficiente visual a desviar de obstáculos, ler cardápios para ele, guiá-lo dentro de um shopping ou mesmo nas ruas, informando itinerários e linhas de transporte coletivo. Soa futurista? Poi foi esse projeto criado por um trio de alunos do curso de Eletromecânica da Escola Técnica Estadual Frederico Guilherme Schmidt.

A iniciativa de Gabriel Tamujo, 20 anos, Diego Duarte, 20 e Thais Tonel, 20, orientados pelo professor Marcos Freire, deu tão certo que eles ficaram em segundo lugar no eixo de Ciências da Computação da da Mostratec de 2018, ganhando a oportunidade de participar da Febrace neste ano, considerada a maior maior feira brasileira pré-universitária de Ciências e Engenharia. E o quarteto voltou da feira, que envolveu mais de 72 mil estudantes das 27 unidades da federação, com mais uma premiação: terceiro lugar na categoria Ciências Exatas e da Terra. Além disso, o grupo se credenciou para participar da Febic, que acontecerá em setembro, na cidade de Jaraguá do Sul, em Santa Catarina.


Óculos ajuda locomoção de deficientes visuais

Embora os estudantes já estejam na fase de estágio técnico, tendo concluído as disciplinas obrigatórias do curso, o sonho de dar continuidade ao projeto cotinua. Para isso, o grupo busca o patrocínio de empresas interessadas em patrocinar o projeto.

A próxima etapa, de acordo com os estudantes, é tornar o protótipo mais leve, já que, no projeto apresentado na Febrace, o notebook da escola foi utilizado para processar as informações obtidas pelo óculos.

Orientador do trio, o professor Marcos Freire revela que tinha o sonho de participar da Febrace, e elogia a dedicação dos alunos. "Foi um projeto realmente inovador, eles uniram vários conhecimentos nesse projeto, e foram além do que é ensinado nas disciplinas", relata. A participação dos alunos na Febrace foi viabilizada pelo patrocínio do Sindimetal que disponibilizou as passagens e hospedagem do grupo.

Jornal VS
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3553.2020 / 51 992026770
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS