Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Av. João Corrêa, 1017 - Centro - São Leopoldo/RS - CEP: 93010-363
Fones: (51) 3591.2000 - Fax: (51) 3591.2032

PUBLICIDADE
Estância Velha

Pacientes que aguardam na fila por exames de imagem devem procurar a Promotoria

Orientação foi dada após operação da Polícia Civil que investiga fraude na marcação e pagamento de procedimentos
14/05/2019 12:04

-

Foto por: Polícia Civil/ Divulgação
Descrição da foto: Mandado são cumprindos em Estância Velha, Novo Hamburgo, Dois Irmãos e Mostardas
A Promotoria de Justiça de Estância Velha pede aos pacientes que aguardam há tempo na fila por um exames de imagem que procurem a sede do órgão. A orientação foi dada na manhã desta terça-feira (14) após a Polícia Civil deflagrar uma operação contra um esquema fraudulento na Secretaria de Saúde do município, onde procedimentos como raio-x, ecografia e tomografia eram agendados, mas nunca realizados. 

Segundo a investigação, a empresa contratada recebia pelo exames não realizados. Cinco pessoas da empresa, além da secretária interina de Saúde, Eloise Gernhardt, o secretário licenciado, Mauri Martinelli, e a ex-secretária de Saúde Ana Paula Macedo foram presos

Em nota, a Promotoria afirma que tem acompanhado a investigação e que "manifestou-se favoravelmente aos pedidos de prisão temporária e de busca e apreensão requeridos pela Polícia Civil". A Promotoria irá orientar os pacientes e também explicar os resultados da operação de hoje.

A Promotoria de Justiça fica na Rua Ruy Barbosa, nº 177, no Centro de Estância Velha.

O esquema 

A chamada Operação Anamnese foi deflagrada nesta terça e, segundo a Polícia Civil, apura um suposto esquema onde uma empresa cobraria por exames de imagens que não eram realizados ou informava número maior de procedimentos. Entre os exames estão raio-X, ressonância magnética, tomografia e ecografia. O valor recebido pela empresa já supera R$ 2 milhões, mas nem todo montante teria sido pago de forma irregular.

São apurados crimes de corrupção ativa e passiva, fraude licitatória e associação criminosa.

De acordo com a investigação, a empresa envolvida é a Previne que foi comprada recentemente. A atual gestão não teria envolvimento com o esquema. A fraude teria sido executada durante a administração do empresário anterior.


A reportagem do Jornal NH tenta falar com os citados para contraponto, mas ainda não conseguiu contato. A Prefeitura de Estância Velha afirma que se manifestará ao longo desta terça-feira, durante uma coletiva à imprensa.


Jornal VS
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3553.2020 / 51 992026770
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS