Publicidade
Acompanhe:
Notícias | Região São Leopoldo

Escola Agrícola faz mostra e seminário na Unisinos

Eventos abordam temas de iniciação científica e agroflorestal no Anfiteatro Padre Werner

Por Juliane Kerschner
Última atualização: 03.09.2019 às 20:08

Foto por: Diego da Rosa/GES
Descrição da foto: EDUCAÇÃO: 71 trabalhos acadêmicos em exposição no câmpus

A Unisinos recebeu nesta semana, o V Seminário Agroflorestal e a V Mostra Ceepro de Iniciação Científica. Os eventos, que são do Centro Estadual de Educação Profissional Visconde de São Leopoldo (Ceepro), são desenvolvidos pela escola há cinco anos e pela primeira vez foram realizados na universidade, no Anfiteatro Padre Werner, no câmpus de São Leopoldo.

"Esse ano, a Unisinos sedia o evento por causa da parceria, construída há dois anos com a escola em razão do curso de Engenharia Agronômica. A parceria consiste em uma troca, utilizamos a escola para aulas práticas voltadas a fruticultura, zootecnia, olericultura, medicinais, máquinas e motores agrícolas. Em troca, eles podem utilizar nossa estrutura como laboratórios, auditórios, apoio para pesquisa e até mesmo recursos que usamos para melhorar a estrutura deles, o que é positivo para ambos", conta a coordenadora do curso de Engenharia Agronômica, Regina Modolo.

A ação tem como objetivo a integração dos alunos de ensino médio com o meio acadêmico por meio de atividades expositivas relacionadas à ciência e tecnologia nas áreas agrícola, pecuária e florestal. O evento abordou, através de palestras e debates, temas no âmbito das ciências agrárias e desenvolvimento tecnológico aplicado às indústrias do setor.

Palestras

Segunda-feira foi o primeiro dia de atividades, com palestras com os mais variados temas, entre eles, a pós-colheita e industrialização de grãos e sementes, os impactos ambientais de atividades agroindustriais, agropecuária e bem-estar animal, cursos florestais e manejo florestal e os sistemas agroflorestais e fruticultura. "Essas palestras têm como intuito abrir novos horizontes e colaborar com a formação dos dois cursos técnicos que disponibilizamos, o de agropecuária e o de florestas. E graças a parceria conseguimos ter um seminário ainda melhor", fala o coordenador do curso técnico em florestas, Renan Orlandini, 30 anos.

Já a V Mostra Ceepro de Iniciação Científica ocorreu na terça-feira, quando foram apresentados 71 trabalhos, de 180 alunos, do 2º e 3º ano dos dois cursos técnicos. Os trabalhos foram avaliados por professores e pesquisadores da Unisinos e Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs), além de profissionais da área.

Para ampliar o conhecimento

Foto por: Diego da Rosa/GES
Descrição da foto: PESQUISA: Gabriel e Beatriz analisaram potenciais da escola

Os três primeiros colocados de cada curso técnico recebem medalhas, certificado e credenciamento para quatro importantes feiras, a Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia (Mostratec), de Novo Hamburgo; a Mostra das Escolas Estaduais de Educação Profissional (MEP), a Feira Regional de Iniciação Científica (Feicicc) e a Mostra Científica - Sustentabilidade, Inovação e Energia (Sinergia), de São Leopoldo.

Para os alunos, o seminário e a mostra científica são uma ótima forma de integração e preparação com o universo acadêmico. "São atividades interessantes que nos fazem ampliar nossos conhecimentos. Nos ajuda a termos uma noção de como devemos nos preparar para apresentar trabalhos em feiras externas e até mesmo na faculdade", disse a estudante de agropecuária, Beatriz de Morais, 16, que elaborou um trabalho ao lado de Gabriel Ludwig, 16, sobre os potenciais de produção da Ceepro Visconde de São Leopoldo.

"Tenho certeza de que além de aprendermos, esses projetos podem ser utilizados pelas comunidades, como é o caso do nosso que fala sobre como fazer agropecuária sustentável viável para o produtor e saudável para o planeta", conta a estudante Maria Lúcia Roesler, 16, que fez o trabalho com Julia Auth, 16.

 

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.