VOLTAR
FECHAR

Av. Joo Corra, 1017 - Centro - So Leopoldo/RS - CEP: 93010-363
Fones: (51) 3591.2000 - Fax: (51) 3591.2032

Blog Arquibancada

Incio de semana cauteloso no ndio, mais alternativas e as quedas de treinadores

.

O tempo instável e a locação do Cristo Rei (para União Harmonia e Doze Horas) impossibilitaram os trabalhos com bola no gramado Índio nesse princípio de semana. Creio que a ideia, com justificativa baseada nas precipitações, tenha sido também com o objetivo de baixar um pouco o ritmo das exigências no grupo. De qualquer forma, é o problema de sempre que também é inegável: Aimoré não tem espaços o suficiente para treinar.

Repensar as locações

Hoje os valores dos aluguéis do campo Índio contribuem para o pagamento de algumas contas. Mas a verdade é que o prejuízo, pela ausência de locais para treinar, talvez seja quase maior. Entendo que é uma necessidade, mas num momento Índio em Série D, essa prática terá de ser extinta. Passaria para outro patamar.

Mais alternativas

A retomada dos movimentos no Cristo Rei na semana contaram também com a presença do zagueiro Renato e do volante Jorge. São jogadores conhecidos da torcida. Renato foi titular nas duas competições anteriores, sendo normalmente o melhor do setor defensivo. Zagueiro rápido, com boa bola aérea, tranquilidade e simplicidade. André e Pablo vem bem, mas Renato tem condições de ser titular. Acerca do volante Jorge, que atuou principalmente na base índia: teve experiência e sequência entre os profissionais no Tupi, de Crissiumal, e agora esteve mais de ano no Ceará. Adiciona um primeiro volante de tranquilidade, força e bom passe.

Força caxiense

Acompanhei parte do jogo entre Caxias e Avenida, realizado nesta terça-feira e transmitido pela Federação Gaúcha de futebol. É verdade que o Avenida vem num momento bem ruim, mas o Caxias, mesmo com boas alterações no elenco que disputou a Série D, apresenta bom futebol. O leopoldense Rafael Lacerda, ex-zagueiro, tem dado continuidade a um interessante padrão. Bom toque de bola, tranquilidade e uma mescla de qualidades. Uma equipe que com certeza chegará.

Queda de treinadores

A vitória Grená gerou a demissão do técnico China Balbino, que já vinha com problemas no comando do Avenida. Ele foi o segundo treinador a perder o emprego nesta semana. Antes dele, após a derrota para o Aimoré, o Novo Hamburgo ficou sem comandante. É verdade que Gilmar Iser pediu para sair, de qualquer forma, o time não demonstrava grande evolução e seria questão de tempo a sua demissão. A Copinha que, por vezes é vista como laboratório também desemprega muita gente. Vale lembrar o caso de Arilson Costa, que perdeu o comando do Índio Capilé na Copa Wianey Carlet, em 2018 e foi substituído por Gelson Conte, mantido no estadual 2019. Aliás, para encerra o tópico, Conte é nome que deve ser anunciado como o novo técnico do Avenida.

Terceiro clssico ndio, a resposta na adversidade e o novo esquema testado por PC

.

A qualidade e efetividade se sobressaiu no domingo. Dessa forma, o Aimoré venceu o terceiro clássico do Vale deste 2019. A supremacia na temporada carrega moral, principalmente para a torcida. Mesmo com o sentimento de que o Novo Hamburgo esteve com mais vontade, o Índio esteve longe de ter feito uma partida ruim. Foi abaixo do que já foi visto, mas esteve sempre com o jogo sob controle. A vitória foi merecida e surgiu justamente no momento em que PC de Oliveira ofertou nova proposta de jogo, que falarei acerca em seguida.

Na condição adversa

Antes da "destrinchada tática", vou salientar a tranquilidade aimoresista no momento em que sofreu o primeiro gol na competição, em pênalti batido por Luan. A empolgação até pode ter contribuído com combustível ao anilado e, mas mesmo sendo no princípio do segundo tempo, não desestabilizou o Índio. O time se manteve tranquilo, buscando as alternações de jogo pelos lados para, ao natural, aproveitar as falhas de marcação adversária em meio a triangulações ofensivas.

Outro esquema

Desde antes do retorno de Leandro Canhoto, eu já ventilava neste espaço uma possível compilação de time com ele, sem a ausência de um dos extremas. Quando iniciou nos treinamentos, Canhoto logo se destacou. Na semana passada, novamente um trabalho de qualidade. Com o jogo empatado, PC retirou Sampson e o colocou em campo. Régis foi substituído por Willian Gaúcho, mas são jogadores do mesmo lugar. Com Willian e Germano, o time atuou pela primeira vez com dois volantes, dois extremas e o articulador vindo pelo centro. E foi justamente por ali que Leandro marcou. É uma alternativa mediante a uma necessidade de jogo. Mas vejo também como uma possibilidade para início. Dessa forma, ganharia em retenção de bola e seguiria com boa proteção defensiva. Leva mais repertório.

Dentro da característica

Na entrevista coletiva, quando questionei a possibilidade, PC trouxe um discurso um pouco diferente do que o acompanhava até então. Disse que a busca é de um "modelo que siga e persiga a característica do jogador." Antes, PC grafava que o atleta precisava se adaptar ao esquema. É muito positivo que ele tenha moldado o esquema mediante à inquestionável e nova qualidade adicionada ao grupo.

Confraria do Saci

A emblemática véspera da final da Copa do Brasil será de tensão entre os colorados. Para aliviar o estresse, nada melhor que o encontro entre os vermelhos. Na Galeteria Monte Carlo (Avenida Mário Sperb, 1331, bairro Jardim América), a partir das 20h30 de hoje, ao custo de R$ 35, terá mais uma Confraria do Saci. A reunião vermelha é alusiva à comemoração dos 12 anos (2007-2019) de confraternizações. Reservas: 996-874-067 (Sírio), 982-088-512 (Marcelo) e 999-760-807 (Celso).

De olho no ndio, o Clssico do Vale da reao versus reafirmao e o retorno do Ju

.

Depois de mais uma vitória por 5 a 0, a atenção Índia está novamente voltada ao Clássico do Vale. A premissa também vale para os hamburguenses. Durante o jogo entre Aimoré e Real, um espectador anilado esteve nas cadeiras do Cristo Rei. Gilmar Iser, técnico da equipe, observou ao jogo e saiu pouco antes do término de mais uma goleada por 5 a 0. Tranquilo, cumprimentando alguns torcedores, o comandante do Noia foi conferir o duelo, mas se manteve apenas em observação, sem a realização de anotações para futuras discussões.

Reação x Reafirmação

É indiscutível que o Novo Hamburgo esteja ferido pela estreia da Copa Seu Verardi, quando perdeu por 5 a 0 para o Índio no Cristo Rei. Por este e pelo duelo do Gauchão (vitória aimoresista por 4 a 2) é uma questão de honra vencer ou pelo menos pontuar no estádio do Vale, no domingo. Por outro lado, dado o investimento e até mesmo rendimento do Aimoré até o momento na Copinha, a vitória para o Capilé é para confirmar o que tem sido realizado. Ao mesmo tempo, contribui para a manutenção da autoestima e do andamento do trabalho que tem como obsessão o título da competição.

Vontade x Qualidade

O futebol talvez seja o esporte em que o mais fraco tenha mais chances de vencer o mais forte. É onde pode se amparar o Noia. É indiscutível, pela campanha e rendimento, que o favoritismo é Índio. Imagino um Iser cauteloso e em busca de contra-ataques para conter o Aimoré. De qualquer forma, tem que cuidar, pois o Índio tem gostado de atuar com a bola. Será um grande jogo.

O retorno do Ju à Série B

Em goleada sob o protagonismo de Renato Cajá, o Juventude retornou à Série B. Pela história, volta para a divisão que tem condições de se manter e, vez ou outra, almejar a primeira. Conseguiu o feito também pela boa participação na Copa do Brasil, que depois de um sofrível estadual levou cifras para investir na Terceirona. São José e Ypiranga bateram na trave. De qualquer forma, valeu a chegada e amostragem de que é possível, com organização e garimpo, um crescimento de protagonismo gaúcho no âmbito nacional. Notícias motivadoras.

3º Encontro de Veteranos

Conforme o exposto na coluna da terça-feira, o próximo sábado deve ser de 3º encontro de ex-atletas do RS no Estádio do Cristo Rei. A entrada será ao valor de um quilo de alimento não perecível, que será entregue à Casa Aberta. A combinação com a direção aimoresista, no entanto, leva em conta a condição do tempo. Caso permaneça o tempo chuvoso, o jogo marcado para as 10 horas será cancelado. A questão é a precaução com o estado do gramado, que além dos treinamentos e jogos do Índio Capilé, tem recebido os duelos de União Harmonia e Doze Horas, também pela Copinha.

Sequncia histrica do Aimor, efetividade, o encontro de Veteranos e a Confraria do Saci

.

No domingo (8) a nova vítima índia foi o Real, de Capão da Canoa. Sob o comando de PC de Oliveira, o Aimoré teve a terceira vitória em quatro jogos, sendo esta trinca no Estádio do Cristo Rei e, em todas as vezes pelo placar de 5 a 0. Além do adversário litorâneo, os aimoresistas bateram Novo Hamburgo e Novo Horizonte com este elástico marcador. Fundado em 1936, o Aimoré nunca havia tido uma sequência desta. Fica difícil e teria de me embasar estatisticamente em dados de larga escala, inclusive, para saber se houve já, profissionalmente, alguma façanha como esta.

Efetividade e seriedade

Foram detalhes, nas três apresentações em São Leopoldo, que separaram o Índio Capilé de vitórias ainda mais imponentes. Isso significa que, para além dos 15 gols, o clube teve produção ofensiva ainda maior. A efetividade foi grande, as perdas não foram alarmantes, mas demonstraram o poderio ofensivo que o técnico PC de Oliveira tem produzido. Mais que isso, demonstra a maneira séria que os atletas têm encarado até mesmo os confrontos que se apresentaram de maneira mais fácil no decorrer do duelo. No setor ofensivo? Regularidade e segurança mantidas.

Nova amostragem

Mais um tento do centroavante Matheus Rodrigues, regularidade dos laterais, Calbergue objetivo, Anderson Canhoto como o maior destaque e, como fato novo: a produção de Sampson. Depois de Mardley e Willian, o jogador entrou e trouxe dinâmica ainda mais vertical. É jogador de potencial.

3º encontro de Veteranos

No próximo sábado, o Estádio do Cristo Rei receberá o 3º encontro de ex-atletas do Rio Grande do Sul. Serão mais de 400 boleiros aposentados que passaram por Aimoré, Novo Hamburgo, dupla GreNal, equipes de todo Estado e também de Santa Catarina e Paraná. Os jogadores das décadas de 1970, 80 e 90 convidam a comunidade para prestigiar nomes conhecidos desta época e contribuir com a Casa Aberta. A entrada terá o custo de um alimento não perecível. Os representantes do grupo Orlando, Maurinho e Dani Balalo vieram divulgar o evento na sede do Jornal VS, nesta segunda-feira e confirmaram que nomes como China, Iura, Remi, Paulo César Tatu, Loivo estarão no jogo de intuito de confraternização.

Confraria do Saci

Na Galeteria Monte Carlo (Avenida Mário Sperb, 1331, bairro Jardim América), dia 17 de setembro, a partir das 20h30, ao custo de R$ 35, terá mais uma Confraria do Saci. O encontro de colorados comemora 12 anos (2007-2019) de confraternizações em mais um jantar. A ideia dos torcedores do Internacional é se reunir às vésperas do segundo jogo da final da Copa do Brasil, contra o Atlético Paranaense. Interessados podem realizar reserva pelos celulares 99687.4067 (Sírio), 98208.8512 (Marcelo) e 99976.0807 (Celso).

Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3553.2020 / 51 992026770
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS