VOLTAR
FECHAR

Av. João Corrêa, 1017 - Centro - São Leopoldo/RS - CEP: 93010-363
Fones: (51) 3591.2000 - Fax: (51) 3591.2032

PUBLICIDADE
Motores

Fusion recebe pequenas - pequenas mesmo - mudanças visuais

Linha 2019 chega às lojas com nova grade, faróis e sem a barra cromada que unia as lanternas.

O Fusion recebe pequenas mudanças de design na linha 2019 para manter sua alta performance de vendas, que há muito lhe dá o título de líder absoluto do segmento de sedãs médios/grandes de luxo. No ano passado, foram 4.497 unidades vendidas. São três versões de acabamento, com preços começando em R$ 149,9 mil.

Importada do México, a linha 2019 ficou mais enxuta e passa a ser formada por apenas três versões: Titanium 2.0 EcoBoost AWD, SEL 2.0 EcoBoost e Titanium Hybrid (190 cv). A SEL 2.0 EcoBoost, com motor turbo de 248 cv, transmissão automática de seis velocidades com trocas no volante e tração dianteira, agora traz teto solar elétrico de série.


Um dos carros mais seguros do Brasil, o sedã já vem com oito air bags (frontais, laterais, de cortina e de joelhos), cintos de segurança traseiros laterais infláveis – tecnologia exclusiva da Ford no mundo –, controles eletrônicos de estabilidade e de tração AdvanceTrac, assistentes de partida em rampa e de chamada de emergência.

Pacote é equipado também com desligamento e acionamento automático do motor, chave com sensor de presença, partida remota, central multimídia Sync 3, ar-condicionado automático e digital dual-zone, bancos dianteiros aquecidos, freio de estacionamento elétrico e luz de assinatura em LED, custando R$ 149,9 mil.


Apliques cromados

O novo para-choque dianteiro traz dois apliques cromados no estilo “taco de hóquei” na parte inferior. As versões Titanium têm grade dianteira cromada e faróis de neblina em LED. As rodas aro 18’’ das configurações Titanium também foram redesenhadas. Na traseira, o para-choque e a tampa do porta-malas ganharam um design mais moderno e limpo, com vincos que se conectam com as linhas laterais. As lanternas exibem novas molduras e o friso central cromado que as unia foi eliminado.


Hybrid tem dois motores: um elétrico e outro a gasolina

A configuração Titanium Hybrid, com o avançado sistema de propulsão híbrida – formado por um 2.0 a gasolina e um motor elétrico, que geram uma potência combinada de 190 cv – oferece os mesmos equipamentos por R$182,99 mil. Conforme a Ford, além de ter funcionamento silencioso e suave, é um dos veículos mais econômicos do mercado, com consumo de 16,8 km/l na cidade e 15,1 km/l na estrada. E a tela no painel orienta o motorista a dirigir de forma mais eficiente, com desenhos animados de folhas que crescem conforme a economia obtida.

Potência de 248 cv

O motor 2.0 EcoBoost desenvolve 248 cv de potência a 5.500 rpm e 38 kgfm de torque a 3.000 rpm. Transmissão automática de seis marchas não dispõe de manopla tradicional, e sim de um botão circular que permite fazer a seleção.

Topo de linha Titanium AWD acrescenta a tração integral

A Titanium 2.0 EcoBoost AWD acrescenta a tração integral, que aumenta a segurança em curvas e pisos escorregadios, além de várias tecnologias semiautônomas de condução, agora agrupadas no pacote chamado CoPiloto 360.

Fusion
Inclui alerta de colisão com assistente autônomo de frenagem e detecção de pedestre, monitoramento de ponto cego, sistema de permanência em faixa, piloto automático adaptativo com “Stop & Go”, farol alto automático e estacionamento automático de segunda geração para vagas paralelas e perpendiculares.

O modelo topo de linha traz ainda faróis dianteiros e de neblina full LED, aerofólio traseiro e bancos dianteiros refrigerados, custando R$ 179,9 mil.

XRE 300 recebe facelift

Na linha 2019, Honda passa a comercializar apenas a versão ABS.

Prestes a completar uma década de mercado, a Honda XRE 300 ABS passa pela mais completa renovação desde o lançamento. Na linha 2019, o característico design recebeu atualizações e quatro novas cores sem perder sua marcante personalidade.

A novidade já está nas lojas desde novembro e no Rio Grande do Sul custa R$ 20,1 mil, já incluindo despesas com frete e seguro. A garantia é de três anos, sem limite de quilometragem. São oferecidas sete trocas de óleo gratuitas nas concessionárias autorizadas.

Na parte técnica, a principal novidade é a comercialização na versão única ABS, que passou por um regime e perdeu peso (5,4 kg), contribuindo para a melhor centralização de massas e maneabilidade. Anteriormente, havia a possibilidade de optar pela configuração standard (sem auxílio eletrônico à frenagem).

O ABS de duplo canal (dianteira e traseira independentes) tem ajuste especial que prevê o uso em terrenos de baixa aderência, como terra, lama, areia e pedrisco. Assim, o piloto pode alternar o uso dos freios dianteiro e traseiro de maneira independente.

Potente, o motor de 300 cm3 tem boa capacidade para manter as velocidades de cruzeiro típicas da utilização rodoviária em regime de baixa rotação, o que favorece a durabilidade, menor consumo e, principalmente, o conforto de pilotagem.

Elétricos começam a tornar-se realidade no Brasil

Conheça os principais modelos que serão vendidos em 2019.

Foto por: Adair Santos/GES-Especial
Descrição da foto: Chevrolet Bolt

São Paulo - Os carros elétricos finalmente tornam-se realidade no mercado brasileiro e chegam repletos de tecnologia, mas com preços ainda estratosféricos. Os principais modelos que serão vendidos no País estão sob os holofotes durante o Salão do Automóvel de São Paulo (8 a 18 de novembro): Chevrolet Bolt (R$ 175 mil), Nissan Leaf (R$ 178,4 mil), Renault Zoe (R$ 149 mil) e Audi e-Tron (cerca de R$ 400 mil). 

A Audi também confirmou, para o mercado nacional ainda em 2019, além do e-Tron, outros quatro híbridos leves. Já a Honda anunciou que trará três híbridos para o Brasil nos próximos 5 anos, enquanto a Volkswagen revelou que nos próximos anos serão 5 modelos eletrificados. Um deles é o Golf GTE, que será vendido no Brasil no segundo semestre de 2019.


Quarta maior do planeta, a mostra brasileira foi aberta ao público no último dia 8 com novidades focadas na mobilidade e sustentabilidade, com os híbridos e elétricos em destaque. Antes disso, as novidades foram antecipadas à imprensa durante dois dias de coletivas.

Viagem a convite da Anfavea


Chevrolet Bolt: R$ 175 mil

Carregado na tomada, é 100% elétrico e roda 383 km com uma carga. Os freios são regenerativos e a aceleração de 0 a 100 km/h ocorre em 6,5 s. Pode ser testado pelo público no salão.

Renault Zoe: R$ 149 mil


O Zoe tem autonomia superior a 300 km (ciclo WLTP), graças à bateria Z.E. 40. Plugado em uma corrente trifásica de 22 kW, leva 1h40 para chegar 80% de sua carga total.

Nissan Leaf: R$ 178,4 mil

O e-Powertrain gera 150 cv de potência e 32,65 kgfm de torque. O tempo para recarga normal é de 8 h, mas para repor 80% são necessários apenas 40 min.

Audi e-Tron: R$ 400 mil 

Há dois motores elétricos, um para cada eixo, que juntos desenvolvem 408 cv e 67,7 kgfm de torque. SUV pode tem 400 km de autonomia, acelerando de 0 a 100 km/h em 5,7 s e atingindo 200 km/h. 



GM Bolt EV chegará ao Brasil em 2019

Elétrico foi confirmado na manhã desta terça-feira por R$ 175 mil.

O Salão do Automóvel de São Paulo será aberto ao público nesta quarta-feira (8) com novidades focadas na mobilidade e sustentabilidade. Antes disso, a mostra brasileira antecipa as novidades à imprensa.

A maratona de coletivas foi aberta nesta terça-feira (6) pela GM, que mostrou o novo Camaro (chega ao País em meados de janeiro de 2019) e o elétrico Bolt EV, confirmado para o Brasil ainda em 2019 por R$ 175 mil. A montadora não estipulou o mês de lançamento do elétrico, mas estima que seja no primeiro semestre.

Foto por: Adair Santos/GES-Especial
Descrição da foto: GM confirmou lançamento do Bolt EV para 2019

Foto por: Adair Santos/GES-Especial
Descrição da foto: Elétrico Bolt EV, da GM, chegará ao mercado nacional custando R$ 175 mil

Outra novidade diz respeito à conectividade: seus modelos passarão a contar com wi-fi a bordo e Internet 4G. A empresa comemora 36 meses de liderança de mercado, muito em parte, devido ao sucesso do gaúcho Onix, que ultrapassou recentemente a marca de 1 milhão de unidades. "Teremos 30 lançamentos até 2022 para continuaremos líderes", adiantou o vice-presidente da GM Mercosul, Marcos Munhoz.


Viagem a convite a Anfavea.

Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS