Publicidade
Cotidiano Música

'Bum Bum Tam Tam' o sucesso de 2017 que virou hino da coronaVac

MC Fioti gravou novo videoclipe da música, que agora, por conta da vacina, recebeu até ligação de Doria

Publicado em: 23.01.2021 às 06:00 Última atualização: 23.01.2021 às 18:36

Em remix, MC Fioti faz defesa da vacina CoronaVac Foto: Instagram/ Reprodução
O que pode levar um hit musical a retornar com força quatro anos depois? Tornar-se trilha de novela, a regravação por outro artista, uma polêmica. No caso de Bum Bum Tam Tam, foi a relação que fãs fizeram com Butantan e a vacina CoronaVac. Assim, o funk de MC Fioti ganha as paradas novamente. Bum Bum Tam Tam foi uma das músicas mais tocadas em 2017 no Brasil.

Pelas redes sociais, Bum Bum Tam Tam - um funk inspirado numa partitura de flauta em lá menor de Johann Sebastian Bach - que alcançou mais de 1 bilhão de visualizações no YouTube - viralizou após anúncio da eficácia da CoronaVac, tudo pela semelhança das palavras.

A Orquestra Sinfônica da Bahia viu o trecho de um concerto de 2017 ser resgatado e viralizar e decidiu entrar na onda e atualizá-lo. O diretor artístico e maestro Carlos Prazeres compôs uma nova letra, "uma coisinha rápida, para grudar como chiclete".

Ao lado de sete músicos, gravou uma versão para o funk Confia no Butantan: "É a Osba envolvente que é consciente/ E pra tá presente/ nos concertos da gente/ toma vacina e vem sorridente/ eu falei assim pra ela/ eu falei assim pra ela/ confia no Butantan/ e na vacinação/ confia no Butantan/ e na vacinação."

O cantor MC Fioti fez questão de republicar tudo o que via pela Internet e gravou um remix na frente do instituto paulista. Por causa disso, recebeu ligação do governador de São Paulo, João Doria, que o agradeceu por popularizar a vacina contra a Covid-19 e ajudar a conscientizar as pessoas. "A vacina envolvente que mexe com a mente / de quem tá presente. A vacina saliente / vai curar muita vida e salvar muita gente. / Vai com o bumbum tantan /mexe o bumbum tantan..."

ASSISTA AO NOVO CLIPE

Coincidência ou não, a música do funkeiro paulista foi citada na prova do Enem. A questão discorreu sobre a inclusão do sample da flauta de Bach no funk e questionou sobre o significado desta mistura. Pelo menos na música, a miscigenação se dá sem preconceitos.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.