Publicidade
Cotidiano | Entretenimento

Mais opções

Publicado em: 11.01.2021 às 10:16

Nem só de produções antigas vivem os noveleiros. Na Netflix, a comédia romântica 100 Días Para Enamorarnos, produzida pela rede americana de língua espanhola Telemundo, entrou em catálogo em setembro e ficou no ranking das atrações mais vistas na plataforma.

Protagonizada pelos atores mexicanos Erick Elias (de Betty em NY) e Ilse Salas, a trama aborda temas como relacionamentos, bullying e homossexualidade e tem 57 capítulos disponíveis - as gravações foram paralisadas por conta da pandemia de covid-19, mas já foram retomadas. Já na Amazon Prime Vídeo é possível assistir, desde novembro, aos 125 capítulos de 100 Días Para Enamorarse, produção argentina escrita por Sebastián Ortega na qual 100 Días Para Enamorarnos foi inspirada. A versão original foi ao ar em 2018 pela Telefe.

Na Globoplay, a expectativa é para a continuação de Verdade Secretas, prometida para estrear primeiro no streaming. Escrita por Walcyr Carrasco e Maria Elisa Berredo, a trama, de 2105, contou a história de Angel (Camila Queiroz), uma aspirante a modelo que, ao entrar para o mundo da prostituição, conhece o ambicioso empresário Alex (Rodrigo Lombardi). Verdades Secretas 2, como tem sido chamada, ainda não tem nada para estrear, mas, além de Camila Queiroz, atores como Romulo Estrela, Sergio Guizé e Reynaldo Gianecchini já foram confirmados no elenco.

Para os "noveleiros raiz", a grande novidade já anunciada - porém, sem data prevista - é a inclusão no Globoplay da primeira versão de Pecado Capital, sucesso de Janete Clair de 1975 (não há nenhuma trama dos anos 1970 disponível), reexibida pela última vez na TV aberta em 1982. "A expectativa é imensa. Uma das novelas mais brilhantes não apenas de Janete Clair, mas da história da telenovela brasileira", diz Alencar, que a adaptou em formato de romance.

Mas eles querem mais. "Por favor, pode colocar que queremos ver mais opções de minisséries, como Ciranda, Cirandinha e Delegacia de Mulheres?", pergunta Ana Gabriela, que não se diz satisfeita com a exibição de Anos Dourados no Viva. "Passa uma vez por semana. Até chegar o outro domingo a gente esquece o que aconteceu no episódio anterior. Uma minissérie de 20, 30 capítulos eu vejo de uma vez só."

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

 

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.