Publicidade
Botão de Assistente virtual
Cotidiano | Entretenimento STREAMING

Mesmo com imprecisões, série sobre o Lakers empolga apaixonados ou não por basquete

Lançada pela HBO, Hora de Vencer conta a história do grande time do Los Angeles Lakers, na década de 1980

Por Marcelo Kenne Vicente
Publicado em: 14.05.2022 às 15:33 Última atualização: 14.05.2022 às 15:33

Há dois anos, os fãs de basquete foram presenteados com a minissérie documental The Last Dance – ou Arremesso Final –, disponível na Netflix, que conta a história vitoriosa do Chicago Bulls de Michael Jordan, nos anos 1990. A produção chamou a atenção não só pelo conteúdo histórico, mas pela forma criativa com que aqueles momentos foram contados.

Agora, a HBO Max nos mostra outro fenômeno da NBA, o inesquecível Los Angeles Lakers da década de 1980, vencedor dos títulos de 1980, 82, 85, 87 e 88, além dos vices em 83, 84 e 89.

Série conta a trajetória do Los Angeles Lakers e seus principais nomes
Série conta a trajetória do Los Angeles Lakers e seus principais nomes Foto: Divulgação HBO
Desta vez, trata-se de uma obra ficção baseada nos registros do livro Showtime: Magic, Kareem, Riley, and the Los Angeles Lakers Dynasty of the 1980s, escrito por Jeff Pearlman e lançado em 2014.

A mensagem no início de cada episódio faz questão de esclarecer que a produção é apenas inspirada em fatos reais, pois alguns dos astros da época não concordaram em como certas situações foram contadas. Foi o exemplo de Kareem Abdul-Jabbar, que chamou a produção de desonesta.

Lakers: Hora de Vencer (o título original é Winning Time: The Rise of the Lakers Dynasty) começa com a compra da franquia, em 1979, pelo empresário Jerry Buss, interpretado pelo ator comediante John C. Reilly. O ricaço promete para si mesmo transformar a equipe na mais vencedora da década que está chegando, ainda mais depois dos risos debochados e desprezo do então dono do Boston Celtics.

A história evolui mostrando como Jerry Buss montou o time, tendo como principal esperança o jovem Earvin "Magic" Johnson (Quincy Isaiah), que viria a se tornar uma lenda nas quadras em um elenco que também contava com o astro Kareem Abdul-Jabbar, esse vivido por Solomon Hughes.

Tudo na série tem a cara de um de seus criadores, o diretor Adam Mckay – dos consagrados filmes Não Olhe Para Cima, de 2021, e A Grande Aposta, de 2015. Há muitas cenas cômicas; a frequente quebra da quarta parede, principalmente com Reilly e Isaiah falando diretamente com o espectador; e uma linguagem visual que remete ao padrão normalmente utilizado em documentários. Bem típico de Mckay.

Em relação a ser fiel ou não aos fatos, a repercussão sobre a série lembra o ocorrido quando do lançamento de Bohemian Rhapsody, quando conhecedores da história da banda Queen e de Freddy Mercury apontaram vários imprecisões no roteiro. Pelo que se tem acompanhado nas notícias, Lakers está no mesmo caminho.

Tirando a insatisfação de alguns, a série é um grande achado para aficcionados do esporte ou não. Usando a linguagem das quadras, Hora de Vencer é como uma cesta de três pontos no último segundo.

Assista ao trailer:

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.