Publicidade
Botão de Assistente virtual
Esportes Liga dos Campeões

Jogadores de PSG e Istanbul Basaksehir abandonam o campo após acusação de racismo

Quarto árbitro da partida, o romeno Sebastian Colescu, teria ofendido o camaronês Pierre Webó, ex-atacante e membro da comissão técnica da equipe turca

Publicado em: 08.12.2020 às 17:58 Última atualização: 08.12.2020 às 19:30

Lance da partida antes do incidente que levou os jogadores a deixarem o gramado Foto: PSG/Divulgação
O confronto entre PSG e Istanbul Basaksehir, nesta terça-feira (8), pelo grupo H da Liga dos Campeões, foi interrompido após acusação de racismo contra o quarto árbitro da partida, o romeno Sebastian Colescu. As duas equipes deixaram o gramado do Parque dos Príncipes no meio do primeiro tempo após uma suposta ofensa racista do árbitro contra o camaronês Pierre Webó, ex-atacante e membro da comissão técnica da equipe turca.

CONTEÚDO ABERTO | Leia todos os conteúdos sobre coronavírus

O atacante Demba Ba se revoltou com a situação e chegou a ser expulso. Os atletas dos dois times optaram por abandonar a partida. Apesar da determinação da Uefa de retomar a partida, jogadores se recusam a voltar ao campo e o jogo não deve ter prosseguimento nesta terça-feira. A partida será retomada nesta quarta-feira (9), às 14h55 (de Brasília).

Um vídeo que circula pelas redes sociais mostra Demba Ba dizendo ao quarto árbitro: “Você não fala ‘aquele cara branco’, você fala ‘aquele cara’. Porque então vai falar ‘aquele cara negro’?!”.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.