Publicidade
Botão de Assistente virtual
Esportes Esportes

Com caras novas, seleção masculina de handebol se prepara para Torneio Sul-Centro

Por Estadão Conteúdo
Publicado em: 13.01.2022 às 13:07

A seleção brasileira masculina de handebol iniciou nesta semana seus últimos dias de preparação visando a disputa do Torneio Sul-Centro 2022. O grupo formado por 21 jogadores está treinando no Pinheiros, em São Paulo, com a finalidade de se preparar o melhor possível para chegar forte à competição internacional, marcada para ser realizada entre os dias 25 e 29 deste mês, no ginásio Geraldão, no Recife. Os atletas permanecerão se preparando até próximo dia 20, quando embarcam para a capital pernambucana.

O técnico Marcus Tatá e toda a comissão técnica estão aproveitando a fase de treinamentos para trabalhar as partes tática, técnica e física do grupo. A ideia é entrosar e fortalecer o time ofensivamente e defensivamente, aprimorar as ações táticas e evoluir nos sistemas de jogo. Este momento com o elenco também tem sido muito importante para identificar e corrigir os pontos de melhoria, assim como potencializar as principais virtudes da seleção.

"Esses dias são imprescindíveis porque é o momento onde podemos concentrar e preparar o grupo para a disputa da competição. Para nós, o Sul-Centro já começou desde o dia 3, quando chegamos aqui para treinar. Todo o esforço neste momento será válido para a hora que entrarmos em quadra para disputar a competição. O Brasil vai chegar forte ao Recife", afirmou o treinador, que até o dia 20 vai definir quem serão os 18 atletas que vão defender o Brasil no torneio.

O Sul-Centro é uma das principais competições do handebol masculino brasileiro em 2022, pois ele é válido como seletiva para o Mundial da Polônia/Suécia de 2023. Além disso, será a chance de o Brasil retomar a ponta do continente.

RENOVAÇÃO - A seleção chamada por Marcus Tatá para esta fase de treinamento está com algumas novidades em relação ao grupo que disputou a última edição da Olimpíada, em Tóquio, no ano passado. Entre os rostos novos na equipe, se comparado aos Jogos Olímpicos no Japão, estão os armadores Arthur Pereira (Helvetia Anaitasuna-GRE), Guilherme Souza (HT Tatran Presov-BUL), Pedro Pacheco (HT Tatran Presov-BUL), Raul Nantes (CS Dinamo Bucarest-ROM) e Tarcísio Oliveira (Pinheiros); os pivôs Guilherme Borges (BM Ademar Léon-ESP) e Matheus Silva (Bidasda-HUN); os goleiros Alan Santos (Les Vikings de Caen-FRA) e César Augusto Bombom (BM Huesca-ESP).

Além deles, também foram convocados os armadores Gustavo Rodrigues (Chambéry Savoie Mont Blanc-FRA), Haniel Langaro (Barcelona-ESP), João Pedro Silva (CBM Angel Ximenez Puente Gentil-ESP), Leonardo Dutra (BM Ciudad de Lagroño-ESP), Thiago Ponciano (BM Ciudad Encantada Cuenca-ESP) e Thiagus Petrus (Barcelona-ESP); os pontas Cleber Andrade (Handebol Taubaté), Guilherme Torriani (Handebol Taubaté), Fábio Chiuffa (Cavigal Nice Handball-FRA) e Rudolph Hackbarth (BM Huesca-ESP); o pivô Rogério Moraes (Benfica-POR) e o goleiro Rangel Rosa (BM Granollers-ESP).

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.