Publicidade
Botão de Assistente virtual
Esportes Esportes

México prende 10 torcedores acusados de envolvimento em 'batalha campal'

Por Estadão Conteúdo
Publicado em: 08.03.2022 às 14:34

As autoridades mexicanas anunciaram nesta terça-feira que prenderam 10 torcedores acusados de participarem da "batalha campal" ocorrida no estádio La Corregidora, no sábado. A briga generalizada entre torcedores de Querétaro e Atlas, que chocou o mundo do esporte, deixou pelo menos 26 feridos, de acordo com informações do governo estadual de Querétaro.

A secretária de governo do estado de Querátaro, Guadalupe Murguía, informou que 26 pessoas foram identificadas com algum envolvimento na briga. E avisou que outras buscas estão sendo realizadas em várias cidades para encontrar outros torcedores envolvidos. Não há prazo para o encerramento da investigação.

O Ministério Público de Querétaro explicou que as dez prisões foram realizadas com base em análises das imagens de vídeo. "Devido ao que aconteceu durante a partida Querétaro x Atlas, informa-se que os primeiros 10 homens foram presos", disse o MP. No mesmo comunicado, informou que os torcedores foram detidos "por sua possível participação em crimes de tentativa de homicídio, violência em eventos esportivos e defesa do crime".

As prisões foram feitas ao longo da segunda-feira, assim que um juiz emitiu 26 mandados de prisão. Ele autorizou ainda a busca nas residências dos suspeitos de participarem da briga. Nestas buscas foram apreendidos 82 itens de materiais esportivos do Querétaro, alguns com suspeita de mancha de sangue.

A briga começou durante o segundo tempo da partida, na arquibancada. Conforme foi tomando maiores proporções, torcedores começaram descer para o campo em busca de proteção. De acordo com o jornal mexicano Excelsior, foram os próprios seguranças do estádio que abriram as rampas de acesso ao gramado.

Como é possível ver em imagens que circulam nas redes sociais, crianças e mulheres estavam no campo. Enquanto isso, os jogadores correram para o vestiário. Aos poucos, o local foi tomado por cada vez mais gente, inclusive aqueles dispostos a brigar, que protagonizaram cenas chocantes de violência.

Alguns atletas, como o goleiro do Querétaro, Washington Aguerre, continuaram em campo para tentar conter os torcedores. Imagens da transmissão televisiva e de fotógrafos presentes no estádio mostram Aguerre rodeado por invasores, dialogando com eles. Em outras imagens, aparece com os braços erguidos para cima, pedindo calma.

Em razão da briga generalizada, a Federação Mexicana de Futebol suspendeu todos os jogos marcados para o último domingo e também abriu uma investigação.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.