Publicidade
Botão de Assistente virtual
Esportes Esportes

Bustos diz que gol da Católica 'não classificou' o Santos e valoriza campanha

Por Estadão Conteúdo
Publicado em: 24.05.2022 às 23:07

O empate por 1 a 1 com o Banfield na Vila Belmiro, nesta terça, irritou parte dos torcedores do Santos, mas foi o suficiente para garantir a classificação às oitavas de final da Copa Sul-Americana. Ainda que um gol marcado pela Universidad Católica do Equador sobre o Unión La Calera, na outra partida do grupo, tenha sido determinante nos critérios de desempate dentro da chave, o técnico Fabián Bustos preferiu valorizar a campanha santista.

"Nós conseguimos a classificação porque somamos 11 pontos. Quando jogamos contra o Banfield, com pouco trabalho, só com o Maicon e Maranhão treinando há mais tempo, fizemos um bom jogo e não merecíamos perder", disse, lembrando do primeiro encontro com os argentinos. "Nos jogos seguintes, fizemos 11 pontos. O Santos se classificou pelo seu rendimento, não nos classificamos por um gol da Católica", completou.

O Santos correu grande risco de ser eliminado, pois, enquanto empatava por 1 a 1, o La Calera vencia a Católica por 3 a 1, resultado que garantia a classificação do time chileno no saldo de gols. Nos minutos finais, a equipe equatoriana diminuiu para 3 a 2 e, com isso, os santistas avançaram.

Os pontos de Santos e La Calera ficam igualados em 11 a 11 e o saldo empatado por 2 a 2, o que levou o desempate para o número de gols, critério no qual o time do litoral paulista levou a melhor por um gol. Para Bustos, a classificação apertada não estraga o trabalho feito até aqui.

"Nós (comissão técnica) chegamos há três meses aqui no Santos, e uma equipe que lutou para não cair no Paulistão está na Copa do Brasil, na Sul-Americana, e lutando no Brasileirão, mesmo com erros de arbitragem. Queremos ser competitivos em todos os torneios", disse.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.