Publicidade
Esportes | Aimoré Manutenção

Plebiscito prorroga mandato da direção do Aimoré em noite de relatórios e projeções

Foram 23 votos, sendo 14 favoráveis à manutenção da direção e 9 contrários

Por Matheus Beck
Publicado em: 26.10.2020 às 21:05 Última atualização: 26.10.2020 às 21:06

Direção aimoresista comemorou adição de um ano ao atual mandato Foto: Matheus Beck/GES Especial

Próximo às 20h30 da noite desta segunda-feira (26), conforme exige o estatuto do Clube Esportivo Aimoré, foi revelado o "placar" do plebiscito realizado no restaurante do Estádio do Cristo Rei. Por maioria de votos, Ronaldo Vieira e respectivos presidenciáveis dos conselhos tiveram o mandato prorrogado por mais um ano.

A definição foi efetuada através de voto secreto, sob assinatura em ata e marcação de "X" dentre as alternativas que aceitavam a adição de um ano aos atuais dirigentes e aos que eram a favor do respeito ao previamente definido e, por consequência, novas eleições para os próximos dois anos.

Os votos contabilizados diante dos presentes foram 14 em prol da manutenção de Vieira, diante de 9 contrários à proposição do presidente do conselho deliberativo, Dagoberto Goulart, assim, totalizando 23 votos.

Antes de ter as escolhas reveladas, o presidente Ronaldo Vieira, que terá a missão de coordenar o clube no Gauchão 2021 e também na inédita Série D do Campeonato Brasileiro 2021, passou um relatório de dívidas e antecipações de verba junto à Federação Gaúcha de Futebol.

O Índio Capilé teve de realizar dois empréstimos, totalizando R$ 250 mil e, dos valores provenientes da FGF, já antecipou cerca de R$ 300 mil.

Posteriormente, o mandatário comentou o definido pela via democrática. "Agradeço o apoio recebido e espero corresponder." Por fim, ainda pediu cooperação da comunidade para que o clube possa não somente disputar a Série D, mas ter condições de buscar o acesso à C.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.