Publicidade
Esportes | Grêmio Tricolor

Olho na Copa do Brasil e chance aos jovens no Brasileirão

Para a última rodada, o Grêmio deve ser composto por uma equipe de suplentes, assim, poupando titulares para a final da Copa do Brasil

Por Matheus Beck
Publicado em: 23.02.2021 às 20:37

Ferreira é cotado para iniciar partida contra o Bragantino Foto: Lucas Uebel/Grêmio
O Campeonato Brasileiro se encerra e a final da Copa do Brasil se aproxima para o Grêmio. Entre as conclusões das competições, uma nova temporada se inicia para esse mesmo Tricolor. Já pensando na sequência de partidas que não deve cessar, a equipe deve jogar a última rodada do Brasileirão com um time alternativo.

Solicitados pelos torcedores, será uma boa oportunidade para jogadores como Ferreira, Pinares, Churín e outros. Ao mesmo tempo, novas chances para atletas como Isaque, que foi titular de Renato Portaluppi por um período.

Caso surpresas não apareçam, o Tricolor deve enfrentar o Bragantino, nesta quinta-feira (25), às 21h30, fora de casa, com Paulo Victor; Vanderson, Rodrigues, David Braz e Cortez; Lucas Silva, Darlan, Everton, Isaque (Pinares) e Ferreira; Churín.

O Grêmio dará oportunidade aos suplentes em prévia antes da final contra o Palmeiras, marcada para o domingo, e terá algumas promessas no banco. Da equipe de transição, que pode ser utilizada no início do Gauchão, chances podem surgir.

São os casos dos zagueiros Manu e Heitor, volantes Varela e Fernando Henrique, além do camisa 10 do sub-23, o jovem Pedro Lucas. O jogador frequenta as seleções de base e é visto como um diamante a ser lapidado. Deve estar no banco de reservas. Elias, que se destacou na Copa São Paulo de 2019, se lesionou e não integrará o grupo.

Para ser hexacampeão

Com a vaga na pré-Libertadores da América garantida e reservas na última rodada do Brasileirão, o Grêmio vira a chave e passa a se voltar às finais da Copa do Brasil. Elas ocorrem neste domingo e no dia 7 de março. A primeira delas, na Arena, em Porto Alegre, já a segunda, no Allianz Parque, em solo paulista. Caso o Grêmio seja campeão, se igualará ao Cruzeiro, o maior vencedor da competição com seis taças. O Grêmio possui cinco. A primeira delas foi em 1989, logo na estreia da competição. As outras conquistas também premiadas com vagas à Libertadores ocorreram em 1994, 1997, 2001 e 2016.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.