Publicidade
Esportes | Inter Colorado

Inter convive com protestos e pressão antes de decisão pela Copa do Brasil

Após goleada para o Fortaleza no Brasileirão, equipe vai em busca da vaga nas oitavas de final da competição de mata-mata

Publicado em: 07.06.2021 às 20:14 Última atualização: 07.06.2021 às 20:30

Miguel Ángel Ramírez tem trabalho criticado Foto: Ricardo Duarte/Inter
A delegação colorada chegou a Porto Alegre na madrugada de segunda-feira (7) sob protestos de torcedores no Aeroporto Salgado Filho. Após a derrota de 5 a 1 para o Fortaleza, maior goleada sofrida pelo Inter desde o Gre-Nal dos 5 a 0, em 2015, aumentou a pressão sobre o trabalho do técnico Miguel Ángel Ramírez. Com sua sequência garantida pela direção, o espanhol irá buscar a recuperação no duelo decisivo de quinta-feira (10).

Os colorados entram em campo às 21h30 para enfrentar o Vitória, no Beira-Rio, pelo confronto de volta da terceira fase da Copa do Brasil. Com a vitória de 1 a 0 fora de casa, o Inter terá a vantagem do empate para garantir a classificação às oitavas de final. "Foi um retrocesso. Em momento algum estivemos perto de ganhar", admitiu o treinador, após a derrota em Fortaleza pelo Brasileirão.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.