Publicidade
Expointer Banho de Leite

Produtor de Carlos Barbosa é o grande ganhador do concurso Leiteiro da Expointer

Granja Cichelero conquistou as categorias Vaca Jovem e Vaca Adulta na competição promovida pela Gadolando na feira

Publicado em: 08.09.2021 às 13:05 Última atualização: 08.09.2021 às 13:07

Uma das premiações mais tradicionais e aguardadas da Expointer, o Banho de Leite, dado ao proprietário dos animais da raça holandesa que mais produzirem leite durante a feira, foi realizado na tarde desta terça-feira (7).

Governador do Estado, Eduardo Leite, acompanhou o Banho de Leite dado no produtor vencedor Foto: JM Alvarenga/Divulgação

Este ano, o produtor Evandro Cichelero, de Carlos Barbosa, levou o título de vencedor do concurso leiteiro na Expointer 2021, competição realizada pela Associação dos Criadores de Gado Holandês do Rio Grande do Sul (Gadolando). Cichelero venceu com exemplares em duas categorias: Jovem, com a vaca Granja Cichelero 546 Finder, que produziu 69,66 quilos de leite; e Adulta, com a vaca Carlos Barbosa Cichelero 383 Jose, produzindo 83,68 quilos de leite. O Banho de Leite foi acompanhado pelo governador do Estado, Eduardo Leite, no Parque de Exposições Assis Brasil.

Para chegar ao resultado foram realizadas cinco ordenhas, em cada uma das categorias. No total, 18 vacas participaram co concurso, sendo 14 na categoria adulta e quatro na categoria jovem. “Estamos muito felizes”, declarou Cichelero, lembrando que em 2012 uma de suas exemplares conquistou a categoria Jovem e afirmando que não realizou nenhum preparo especial com os animais para esta edição. “Não tem muito segredo, é só capricho e trabalho”, complementou reforçando que as vacas recebem alimentação balanceada. No ano passado, a Expointer Digital também teve um mesmo ganhador para as duas categorias: a Granja Bazzotti, de Ponte Preta, na região do Alto Uruguai.

O presidente da Gadolando, Marcos Tang, explica sobre as características da raça. “A vaca holandesa é a que mais produz leite no mundo, tem origem europeia e se adapta mais em lugares frios. No Rio Grande do Sul temos a melhor média de produção, por animal, por ano, do país. É motivo de orgulho mas muito ainda pode ser trabalhado”, destacou.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.